23 de agosto de 1942: começa a batalha do Stalingrado

Stalingrado

Em 23 de agosto de 1939, pouco antes do início da Segunda Guerra Mundial, a Alemanha e a União Soviética assinaram o que ficou conhecido como Pacto Germano-Soviético. O acordo era uma suposta garantia de que os países não entrariam em conflito, dando a ambos algumas garantias. No caso dos alemães, estavam autorizados a invadir e tomar cidades da Polônia, o que fizeram.

Todavia a ação de Hitler foi exclusivamente tática, para que a União Soviética não se tornasse um forte inimigo no começo da guerra. Os nazistas tinham o objetivo de dominar todo o leste europeu, escravizando os eslavos, que abarcava a URSS. Assim, entre julho de 1942 e fevereiro de 1943, o governo alemão colocou em prática a operação de tomada de Stalingrado, na União Soviética. O primeiro ataque a cidade se deu através do rio Volga, que era uma via fundamental para o envio de diversos tipos de suprimento.

Apesar de ter sido iniciado em julho, 23 de agosto, do mesmo ano, foi uma das principais datas do confronto. Foram 1200 aviões de guerra, enviados pelos alemães, e mais de mil toneladas de bombas, incendiárias. Apesar dos sucessivos ataques da Alemanha a Stalingrado, as tropas alemãs começaram a perder força depois de alguns meses. Em contrapartida, em novembro, o exército soviético começou a receber reforços, contra-atacando. A URSS saiu vitoriosa e a batalha terminou, oficialmente, em 2 de fevereiro do ano seguinte.

O confronto foi um dos mais marcantes da Segunda Guerra Mundial, sendo quase 2 milhões de mortos.