Dia de Hoje na História
O conquistador ergueu a cidade que hoje corresponde à capital argentina em 1536
segunda-fundacion-buenos-aires-por-juan-de-garay-en-1580
Quadro da primeira fundação de Buenos Aires, pintado por José Moreno Carbonero | Foto: Reprodução

A cidade de Buenos Aires foi fundada duas vezes. A primeira, em 1536, foi quando o colonizador espanhol Pedro de Mendoza estabeleceu o primeiro núcleo populacional, batizado de Ciudad del Espiritu Santo e Puerto de Santa Maria del Buen Ayre. A segunda fundação e definitiva da atual capital argentina ocorreu em 1580, por Juan de Garay, denonimada Ciudad de Trindade.

Pedro de Mendoza (1499-1537), nascido em Granada e proveniente de família nobre, foi um militar a serviço da Coroa espanhola. Ele é considerado o conquistador e fundador de Buenos Aires, bem como o primeiro governador do Rio da Prata. A chegada dos espanhóis na América se insere no contexto do período das Grandes Navegações, momento histórico em que Portugal e Espanha se expandiram sobre todo o continente americano e partes da Ásia e África, até então inexplorados pelos europeus. Mendoza dedica-se a luta pela conquista do território sul-americano, e, após uma série de derrotas frente aos nativos, resolve voltar à Espanha em 1537. Muito doente, morreu em alto-mar,  próximo das Ilhas Canárias, em 23 de junho desse mesmo ano. Diversos tipos de doenças figuram entre as principais causas de mortes entre os conquistadores.

O processo de colonização e conquista do território americano pelos espanhóis deu-se com a subjugação dos povos nativos. Os Incas, Maias, Astecas e uma infinidade de outros povos indígenas foram derrotados militarmente e conquistados pelos espanhóis. Ainda que se destaque a violência da conquista, marcada por uma série de guerras, os conquistadores foram responsáveis por criar, desenvolver e unificar os povos americanos sob uma única administração. A imposição da língua espanhola pela metrópole aos nativos criou uma imensa comunidade de falantes do idioma espanhol e uma cultura continental que que projeta sua influência em âmbito global.

Com o término da conquista militar, que durara cerca de quatro décadas, a Coroa Espanhola vai consolidar sua administração sobre um vastíssimo território, que abrangia a América do Norte, a América Central, o Caribe e grande porção da América do Sul. Por um período, os espanhóis obtiveram a supremacia no comércio mundial e participaram de uma série de guerras na Europa.

O Império Espanhol na América se dividia, administrativamente, no Vice Reinado da Nova Espanha, Capitania Geral da Guatemala, Capitania Geral de Cuba, Vice-Reino do Peru, Vice-Reino da Nova Granada, Capitania Geral da Venezuela, Capitania Geral do Chile e Vice-Reinado do Rio da Prata.

Relacionadas