22 de maio de 1859: nasce Arthur Conan Doyle, criador do detetive Sherlock Holmes

17697537026_4c215d26e6_b

Em 22 de maio de 1859, nasceu Arthur Conan Doyle, escocês mundialmente conhecido pelos seus escritos, e também criador do personagem da literatura britânica Sherlock Holmes. Este, posteriormente, foi protagonista também de filmes e seriados de televisão.

A inspiração para criação do investigador é oriunda de um de seus professores. Dr. Joseph Bell lecionou no curso de medicina da Universidade de Edinburgh, onde Doyle se formou. Após tornar-se médico, ele se mudou para Londres, lugar onde praticou, em tempo parcial, sua profissão. Assim possuía mais tempo livre para que pudesse escrever, quando, então, criou Sherlock Holmes, cuja primeira história foi “Um Estudo em Vermelho”, publicada, em 1887, na revista Beeton´s Christmas Annual.

A repercussão foi aumentando. Assim, em 1891, iniciou uma série de contos do personagem, aparecidos na revista The Strand. Também devido a fama de Sherlock, Doyle largou a prática da medicina para se dedicar exclusivamente a literatura. Apesar de, em seguida, ter criado “O Problema Final”, na qual ele mata tanto o protagonista como seu principal inimigo, Dr. Moriarty, acaba ressuscitando Holmes, uma vez que foi muito grande a demanda do público.

Além da criação de Sherlock, Doyle escreveu sobre outros temas, como relacionados a história. Em 1902 foi condecorado por seu trabalho em um hospital na África do Sul. Perdeu seu filho na Primeira Guerra Mundial e faleceu em 1930.