É assim que se combate o fascismo: resposta à FBP Tijuca

Todo o movimento popular deve seguir o exemplo dos estudantes do colégio Pedro II. Expulsar os fascistas das escolas, de todas as instituições de ensino e das ruas! Somente a mobilização concreta e efetiva, como a que ocorreu no Rio de Janeiro, fará a extrema-direita recuar e voltar para o seu lugar, que é a lata de lixo da história como verdadeira escória da humanidade