A mando de Stalin
A assassinato de Trotski por Ramon Mercáder a mando de Stalin foi uma das maiores perdas da classe operária mundial, assim a Quarta Internacional foi decapitada em sua infância
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
In this handout, exiled Russian revolutionary, Leon Trotsky, is shown moments after he died from wounds inflicted by NKVD agent Ramon Mercader, aka Frank Jackson and Jacques Mornard, in Mexico City, Aug. 21, 1940. Mercader attacked Trotsky with a pickax, fatally wounding him. (AP Photo/Rotofoto/Enrique Diaz)
Leon Trotski, no hospital após a sua morte, ele resistiu aos ferimentos por um dia | Foto: Reprodução

Há 80 anos na cidade do México Ramon Mercáder, agente da polícia secreta estalinista, atacava Leon Trotski com uma picareta. No dia seguinte os ferimentos levariam o mais importante líder bolchevique vivo e, após Lenin, segundo mais importante da história, a morte. Com essa vitória de Stalin a classe operária internacional teve uma de suas maiores perdas, a liderança da mais importante organização revolucionária da época, a quarta internacional, se foi.

Para se entender a relevância desse acontecimento é preciso compreender a trajetória de Trotski e sua crescente relevância para o movimento operário internacional. Leon Davidovich Bronstein nasceu em 1879 na atual Ucrânia, que na época fazia parte do Império Russo, com 17 anos já era ativo politicamente, organizando os trabalhadores da cidade portuária de Nikolayev, que o levou a sua primeira prisão já em 1898 e ao primeiro exílio na Sibéria em 1900. Foi nesse período que Leon começou a usar seu famoso pseudônimo Trotski.

Ele conseguiu fugir para Londres onde conheceu Lenin e começou a participar ativamente do Partido Operaria Social Democrata Russo, como eram chamados os marxistas na época. Durante a divisão do partido entre Bolsheviques e Mensheviques ele não assumiu um lado tomando uma postura independente, apesar disso ele teve uma participação importantíssima na revolução de 1905 em que se tornou presidente do Soviete de Petrogrado (São Petesburgo), o mais importante da Rússia. Apesar da derrota da revolução Trotski a observando de perto pode escrever uma de suas principais contribuições ao marxismo, a teoria da revolução permanente.

Avançando um pouco no tempo, já em 1917 durante a Revolução Russa, Trotski se destacou como o segundo líder mais importante do Partido Bolchevique após Lenin. Não só isso como foi o organizador da insurreição de outubro cujo os bolcheviques tomaram o poder e estabeleceram um governo operário. Após a revolução de outubro ele foi o organizador e líder do exército vermelho que derrotou não só a contra revolução interna, isto é, o exército branco, como os 14 exércitos invasores organizados pelo imperialismo. Só com a vitória militar que se pode estabelecer a URSS em 1922.

Mas a importância de Trotski não cessou por ai como muitos estalinistas gostam de afirmar, ele seguiu sendo a segunda maior liderança na URSS e com a morte de Lenin seria o candidato natural a assumir o governo. Contudo, com a ascensão da burocracia ao poder, Trotski se tornou cada vez mais isolado e acabou sendo exilado em 1927 para a Sibéria novamente e em 1929 se exilou da própria União Soviética. A partir de 1923 ele já estava organizando a oposição de esquerda no Partido Comunista Soviético e até a sua morte essa seria sua principal causa, não só em seu país como em todo o mundo visto que após a revolução russa os partidos comunistas cresciam internacionalmente.

Trotski denunciou todos as políticas contra revolucionarias da burocracia estalinista como a submissão do partido comunista chinês a burguesia que levou a derrota da revolução em 1927, ou a capitulação do partido comunista da grã bretanha que levou a derrota da revolução em 1926 e principalmente a política desastrosa de igualar os fascistas aos sociais democratas na Alemanha que terminou pela ascensão do nazismo no país que possui-a a classe operária mais organizada do mundo. A partir dessa derrota do proletariado internacional Trotski finalmente decidiu se separar dos partidos comunistas ligados a Terceira Internacional, dirigida pela URSS.

Assim em 1933 se começa a organização do que seria a Quarta Internacional que foi fundada em 1938. Nessa que foi a ultima luta de sua vida Trotski se dedicou a agrupar todos os setores revolucionários do mundo para seguir a pratica estabelecida por Lenin durante a revolução de 1917, por isso os militantes se chamavam de bolcheviques-leninistas, e eram chamados pejorativamente de trotskistas. Durante sua vida a Quarta Internacional foi de fato a ultima organização revolucionária do proletariado internacional, sua política produziu teorias importantíssimas para os dias de hoje como o Programa de Transição.

Uma anedota explicita o tamanho da importância de Trotski e dessa organização, que ele dirigia neste momento. Em 1939 pouco antes do início da guerra Adolf Hitler se encontrou com o um diplomata francês chamado Coulondre. O nazista ameaçava a França militarmente e o diplomata sabendo que seu país não teria como resistir respondeu que “se a guerra viesse o único vencedor seria o Sr Troski” e após ouvir essas palavras “Hitler parecia ter levado um soco do estômago”.

Essa era a importância de Leon Trotski, mesmo exilado por 12 anos, em outro continente, com uma pequena organização revolucionária, ainda era o maior medo tanto da burguesia imperialista, democrática ou fascista, quanto da burocracia soviética. Tamanho era seu poder de liderança tamanho era a força da teoria e da prática revolucionária que ele mantinha. Esse foi o motivo de darem as ordens para assassiná-lo covardemente à Ramon Mercader. O fim de sua vida foi uma perda inestimável para a classe operária internacional.

 

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas