Dia de Hoje na História
José Gervasio Artigas nasceu em 19 de junho de 1764 e faleceu em 23 de setembro de 1850. Foi um dos mais importantes estadistas da Revolução do Rio de la Plata.
OIP(1)
Passados 246 anos de seu nascimento, o Uruguai presta homenagem ao seu fundador José Artigas. | Foto: Reprodução

Passados 246 anos de seu nascimento, o Uruguai presta homenagem ao seu fundador José Gervasio Artigas. Artigas foi o primeiro general do Rio da Prata a vencer em combate as tropas leais à Coroa espanhola durante as lutas independentistas, antes de dirigir durante vários anos uma confederação de territórios à margem do governo de Buenos Aires e do Brasil, que deu origem ao atual Uruguai.

José Gervasio Artigas nasceu em 19 de junho de 1764 e faleceu em 23 de setembro de 1850. Foi um dos mais importantes estadistas da Revolução do Rio de la Plata, pelo que é honrado também na Argentina por sua contribuição à independência e federalização do país.

Teve uma atuação destacada nas lutas de independência e no predomínio dos ideais republicanos e democráticos sobre as monárquicas. Lutou sucessivamente contra o Império Espanhol, os unitários instalados na cidade de Buenos Aires e Montevidéu e o Reino Unido de Portugal e Brasil.

Estes eram tempos de mudanças, no Brasil (com a chegada da Família Real Portuguesa, em 1808) e no Uruguai (com o crescente sentimento de emancipação política). A Guerra contra Artigas, também denominada de Invasão Portuguesa de 1816, ocorrida entre 1816 e 1820, nas fronteiras entre Argentina, Uruguai e Brasil, pode ser entendida a partir de um contexto de grandes transformações na América Latina.

José Gervásio Artigas, liderava um movimento contra o projeto argentino de reconstituição territorial de seu antigo vice-reinado (que constituía parte do Uruguai) e as investidas portuguesas a partir de um projeto expansionista elaborado pela Dinastia de Bragança com o intuito de anexar o Uruguai ao nascente Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves (1816). No âmbito econômico intercontinental, o Uruguai sofria a influência da industrializada Inglaterra.

No ano de 1821, após o exílio de Artigas, o Uruguai é anexado ao Brasil. Por meio de uma aliança entre brasileiros e portugueses, a região é batizada de Província Cisplatina.

No ano de 1825, os brasileiros são expulsos da província pelo líder uruguaio Juan Antonio Lavallejo. Sob ajuda de tropas da argentina, Lavalleja proclama a independência do Uruguai no mesmo instante. No entanto, o ato só é reconhecido pelos vizinhos três anos mais tarde, através do Tratado de Montevidéu.

Mais tarde, com o estabelecimento de uma república, a política divide-se entre conservadores (blancos) e liberais (colorados). As desavenças entre visões políticas levaram o país a uma Guerra Civil que se estenderia por 12 anos (1839-1851). Artigas morreria em 1950, um ano antes do fim da guerra civil. Contudo, será lembrado como grande patrono do Uruguai.

Relacionadas