Menu da Rede

Domingo: Rui C. Pimenta apresentará balanço da situação política

Biden, o neoliberal

18/11/1993: Biden e deputados norte-americanos aprovam NAFTA

Biden ocupou-se em destruir a economia nacional com acordos que privilegiaram apenas os tubarões imperialistas e levaram à ruína do famoso american way of life

Joe Biden, um dos responsáveis pelo NAFTA – Andrew Harnik/AP

O currículo de Joe Biden (Democratas) pode ser encarado como a expressão do imperialismo estadunidense. Além de ter um caráter abertamente marcial, Biden ocupou-se em destruir a economia nacional com acordos que privilegiaram apenas os tubarões imperialistas e levaram à ruína do famoso American way of life.

O NAFTA

Criado em 1º de janeiro de 1994, o Acordo de Livre Comércio da América do Norte (NAFTA) formado por EUA, Canadá e México aprofundou o domínio dos grandes monopólios sobre a economia global e permitiu que o neoliberalismo ampliasse as mazelas sociais. O acordo, inicialmente, era tido por prejudicial por alguns parlamentares. O avanço do liberalismo através do livre comércio, afinal, poderia acarretar em problemas internos. O primeiro-ministro canadense Brian Mulroney e o presidente dos Estados Unidos Bill Clinton eram os principais entusiastas. À época, Al Gore, vice-presidente buscou sustentação para o documento debatendo o texto com H. Ross Perot. O debate chegara a ser televisionado no programa de TV Larry King. Perot, por sua vez, era crítico declarado do NAFTA durante sua campanha presidencial de 1992. Segundo o político e bilionário Perot, sua aprovação causaria uma onda de desemprego nos EUA.

O debate prosseguiu e a votação deu lugar à vitória da ala liberal. Por mais que Biden negue, os registros do Senado dos Estados Unidos não o deixam mentir. Em uma votação nominal sobre a aprovação do projeto de lei para implementar o NAFTA durante a primeira sessão do 103º Congresso em 18 de novembro de 1993, o então senador Joe Biden foi um dos 61 eleitores que se posicionaram a favor, contra os 38 que votaram contra.

Resultado do NAFTA

O NAFTA foi responsável pela destruição de centenas de milhares de empregos na indústria americana. Biden foi ferrenho defensor do NAFTA e outros acordos de livre comércio quando senador. O resultado dessa política foi o desmonte da economia mexicana, uma vez que parte do investimento na indústria norte-americana foi alocado nos estados limítrofes ao México. Isso levou à deterioração das condições de vida da classe operária norte-americana e à ruína da indústria dentro do país. O desemprego aumentou vertiginosamente.

No México, os efeitos foram gravíssimos. Desde que o México entrou no acordo, são mais 14,3 milhões de mexicanos vivendo abaixo da linha da pobreza a partir de 2012. O salário real (corrigido pela inflação) no México é praticamente o mesmo em 2012 e em 1994. Com o subsídio da agricultura estadunidense, a produção de milho e outros produtos esmagaram a agricultura familiar no México, promovendo o êxodo rural e a carestia na cidade.

O trabalho informal atinge cerca de 50 por cento dos empregos, estes sem condições trabalhistas, com baixos salários, sem direito à sindicalização, nem à aposentadoria, nem mesmo férias ou licença por doença. Tanto no México como nos EUA, a política defendida por Biden dão mostras claras do seu passado podre. Biden não é apenas um representante dos setores ligados à indústria bélica, ele representa a política neoliberal que destruiu a economia norte-americana.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores
O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Cultura

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.