15 de agosto: garantir o registro da candidatura de Lula

lula_livre_curitiba

O Partido dos Trabalhadores iniciou nesse dia 13, sexta-feira, a série de atos marcados na agenda “Lula livre”. A proposta é voltar o trabalho de base para promover a mobilização social que possibilite a garantia da candidatura de Lula no dia 15 de agosto. Para essa data, está marcado um ato-monstro em Brasilia, onde desembocará a grande marcha chamada pelo MST, com frentes saindo do nordeste, sudeste e sul do país.

Nas diversas capitais do país, estão sendo feitas panfletagens diárias em locais centrais. Fora isso, estão se unindo agendas de luta com o MST, a Frente Brasil Popular, a CUT e com o PCO.

Para organizar a luta contra o golpe e para criar uma alavanca que leve à mobilização popular nacional contra o golpe, haverá a Conferencia Nacional Aberta, nesses 21 e 22 de julho, evento já apoiado por setores importantes da CUT, PT, pelos comitês de luta conta o golpe, pelo Partido da Causa Operaria (PCO) e listado na agenda da Frente Brasil Popular como um importante evento de luta contra o golpe.