14/08/1945: EUA forçam rendição do Japão, depois de lançar duas bombas atômicas

hirohito

O mês de agosto de 1945 entrou para a história como um dos episódios mais monstruosos protagonizado pelo imperialismo norte-americano, que foi capaz de jogar duas bombas nucleares sobre a população civil japonesa sem demonstrar a menor vacilação, matando instantaneamente centenas de milhares de pessoas.

A detonação de duas bombas nucleares contra uma população civil significa que não existem precedentes para conter a barbárie imperialista quando o assunto é a dominação total dos monopólios. Um verdadeiro atentado terrorista para impor sem meios de resposta a rendição do Japão.

É preciso denunciar o maior ataque terrorista já realizado contra uma população civil! A população trabalhadora não deve arcar com a responsabilidade da guerra capitaneada pelos monopólios.

Quando as principais forças produtivas da sociedade e o próprio Estado nacional são absorvidos pelos monopólios, as disputas por mercados, fontes de matérias-primas e a dominação do mundo assumem características mais destrutivas nas guerras imperialistas.

Por isso não se pode esperar nenhum comprometimento humanitário ou anseio democrático por parte dos setores imperialistas.