11 perguntas que um jornalista minimamente decente deveria fazer a Donald Trump sobre a Venezuela

trump_

Se houvesse jornalistas imparciais na imprensa norte-americana ou nos grandes meios de comunicação internacionais, algum deles deveria fazer as seguintes perguntas a Donald Trump, que quer a todo o custo derrubar o governo da Venezuela:

1. O senhor foi eleito com menos votos recebidos da população do que a sua adversária na corrida presidencial. As últimas pesquisas de opinião indicam que uma maioria crescente dos cidadãos dos EUA desaprova o seu governo. Alguém poderia dizer que o senhor nunca teve o apoio da maioria dos norte-americanos. O senhor estaria disposto a deixar o poder?

 

2. Digamos que a presidente da Câmara dos Representantes, que é do Partido Democrata, utilizasse o argumento, baseado no que falei anteriormente, de que o senhor não tem apoio da população. E então ela se autoproclamasse presidente dos EUA, convocasse uma insurreição popular, pedisse aos militares que não o reconhecessem e pedisse ajuda a outros países para o derrubarem, o que o senhor faria?

 

3. Segundo dados revelados em setembro do ano passado pela ONG Poor People’s Campaign, 43% dos norte-americanos estão na pobreza. Os EUA aceitariam ajuda humanitária de outros países para resolver essa situação?

4. Se não aceitariam, o que fariam caso esses países tentassem entregar essa ajuda através das fronteiras dos EUA com o México e o Canadá, mesmo sem o seu consentimento?

5. Por que o senhor reprime imigrantes para que não entrem no país e quer construir um muro na fronteira com o México, mas critica Maduro por fechar a fronteira da Venezuela?

 

6. Por que o senhor é contra a entrada de latino-americanos nos EUA, já tendo colocado crianças em jaulas, mas paga aos países vizinhos da Venezuela para que recebam imigrantes venezuelanos?

 

7. Se os EUA estão tão preocupados com a vida dos venezuelanos, com a fome e a saúde deles, por que bloquearam US$ 30 bilhões nas contas da Venezuela, dos quais uma parte poderia ser destinada à compra de alimentos e medicamentos?

 

8. Rússia, China e Cuba enviaram nos últimos dias mais de 1,2 mil toneladas de ajuda humanitária à Venezuela. Não era isso que os EUA queriam que a Venezuela recebesse?

 

9. Por outro lado, a ajuda humanitária que os EUA e seus aliados dizem estar enviando à Venezuela é muito menor do que isso. Por que os EUA insistem em enfiar à força na Venezuela uma quantia ínfima de produtos básicos como ajuda humanitária?

 

10. Além disso, por que a ajuda humanitária dos EUA representa somente 6% do que o governo venezuelano distribui a 6 milhões de famílias em um único dia através dos CLAP?

 

11. O Haiti sempre foi o país mais miserável da América Latina, e continua sendo até hoje. Por que os EUA nunca se preocuparam em enviar ajuda humanitária aos haitianos?

Obs: se algum membro do governo brasileiro ou apoiador da intervenção estrangeira na Venezuela quisesse tomar as dores de Trump, o jornalista poderia deixar que eles respondessem também.