100 palestras: a partir de 8/4, PCO organiza ciclo de debates contra a prisão de Lula e intervenção militar

Começando com a palestra a ser realizada pelo companheiro Rui Costa Pimenta, no próximo dia 8, no Centro Cultural Benjamin Péret (CCBP), em São Paulo, o Partido da Causa Operária realizará em todo o País, no próximo mês, um ciclo de palestras-debate, sobre o golpe de Estado que atinge o País, que teve como ponto alto a derrubada da presidenta Dilma Rousseff, por meio de um impeachment fraudulento, agora, comprovadamente comprado, e que se aprofunda ameaçando levar à prisão a maior liderança popular do País, o ex-presidente Lula e até mesmo se transformar em um golpe militar, como evidencia a intervenção militar no Rio de Janeiro e o fortalecimento dos militares declaradamente golpistas no moribundo governo Temer.

As palestras serão realizadas em, pelo menos, 100 cidades, incluindo quase todas as capitais, cidades das regiões metropolitanas e do interior de todas as regiões do País. Além da capital paulista, já estão confirmadas palestras, dentre outras cidades, em Porto Alegre, Curitiba, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Vitória, Campinas, Ribeirão Preto, São Bernardo do Campo, Brasília, Goiânia, Campo Grande, Cuiabá, Salvador, Feira de Santana, Aracajú, Maceió, Recife, Jaboatão, Natal, Fortaleza, Teresina, São Luís, Belém e Manaus.

Em algumas capitais, além das atividades centrais, serão realizadas palestras em bairros operários e universidades, a fim de ampliar o alcance da importante discussão a ser realizada entre os trabalhadores e a juventude.

Essas atividades visam apresentar uma análise de conjunto do golpe de Estado, destacando, contudo, dois aspectos centrais  presentes situação política atual, a saber: a questão da prisão do ex-presidente Lula e a intervenção militar. Após ou antes de  cada debate haverá uma atividade social de confraternização. Em São Paulo, por exemplo, haverá uma feijoada, na mesma data do debate inaugural do ciclo, cujos convites já estão à venda.

Depois da atividade de lançamento do ciclo, no dia 8, as demais palestras serão realizadas nos dia 13 14 e 15 de abril.

As palestras são uma nova etapa da campanha contra o golpe que o PCO vem realizando, de forma ininterrupta, desde antes do impeachment, se opondo – inclusive – à capitulação da maioria da esquerda que não percebeu a preparação golpista e/ou não lutou contra a sua efetivação (quando não chegou a apoia-lo) e/ou capitulou da luta contra os golpistas diante da efetivação do regime golpista e da aproximação das eleições. O Partido quer  promover um amplo debate sobre a natureza do golpe de Estado, bem como, a partir de uma análise marxista,  oferecer uma perspectiva política-prática coerente com os interesses dos trabalhadores e intransigente contra os golpistas, ou seja a mobilização popular em torno das questões candente do momento, isto é a luta contra a prisão o ex-presidente Lula e contra a intervenção militar no rio e em geral.

Trata-se de oferecer sobre a base do marxismo – a teoria revolucionária, dos trabalhadores – as ferramentas necessárias para uma compreensão profunda da situação política e como atuar para a defesa dos trabalhadores e de suas organizações e impor uma derrota do regime golpista e se sua política de ataque à imensa maioria do povo brasileiro e à economia nacional, em favor do grande capital imperialista, principalmente.

Nas próximas semanas, aqui no Diário Causa Operária, acompanhe a programação completa do ciclo de palestras e participe.