Efeitos da pandemia
No total, 10,9 milhões de brasileiros se encontravam desempregados na última semana de maio, o que representa uma taxa de desemprego de 11,4%.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
carteira (1)
1 milhão de trabalhadores perderam o emprego em maio. | Foto: Reprodução

A crise econômica potencializada pela pandemia fez com que 1 milhão de trabalhadores entrassem para as estatísticas do desemprego no Brasil somente no mês de maio, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgados nesta terça-feira (16). No total, 10,9 milhões de brasileiros se encontravam desempregados na última semana de maio, o que representa uma taxa de desemprego de 11,4%.  Somando estes trabalhadores aos 17,7 milhões de brasileiros que estão desempregados e não estavam a procura emprego devido a pandemia, o Brasil apresentou um total de 28,6 milhões de trabalhadores que encontram dificuldades para se inserirem no mercado de trabalho, isso somente no mês de maio.

Os dados do IBGE também deram um panorama sobre os afastamentos daqueles que estão empregados. O levantamento mostrou que 17,2% do total de trabalhadores ocupados encontravam-se afastados dos postos de trabalho na última semana de maio, seja em férias coletivas ou no isolamento social, o que representa 14,6 milhões de pessoas. No começo do mês, o contingente de trabalhadores afastados era maior, representava 19,8% do total de trabalhadores, ou seja, a redução do pessoal afastado foi de mais de 2 milhões de pessoas ao longo do mês, e isso pode ser explicado pela abertura econômica que está cada vez maior em todo o país, inclusive em áreas onde o número de contágios e de mortos vem aumentando a cada dia.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas