08 de Março, Dia Internacional de Luta da mulher

O 8 de março está ligada à luta das operárias têxteis de Nova Iorque. Foi uma das primeiras greves destas operárias têxteis nova-iorquinas, no ano de 1857 que deu origem à data. Nesta greve as operárias permaneceram paradas durante semanas, sendo brutalmente reprimidas pela polícia e perseguidas pelos patrões em uma grande manifestação exatamente nesta data. Transformando-se num símbolo de luta para as trabalhadoras e as socialistas norte-americanas.

O 8 de março é justamente mais uma destas grandes iniciativas da classe operária mundial que, com a Revolução Russa de 1917, firmou-se como um instrumento de defesa internacional das mulheres. Posteriormente o imperialismo adaptou-se a esta conquista operária, procurando apagar suas origens revolucionárias, transformando o 8 de março em mais um instrumento da democrática política do imperialismo de ataque às mulheres, encoberta com os discursos e campanhas demagógicas sobre os “direitos da mulher”.

Em uma  marcha  de mulheres também no dia 8 de março de 1917 (23 de fevereiro, no antigo calendário russo), em Petrogrado, acendeu a fagulha da Revolução Russa. Naquele dia, milhares delas foram às ruas da capital para protestar contra as condições de vida no país. A data foi escolhida porque representava o Dia Internacional da Mulher, importante comemoração do calendário socialista.

Para entender melhor as origens proletárias e socialistas do dia 8 de Março, leia artigo na Revista Textos, “A origem proletária e socialista do Dia Internacional da Mulher”, de Anai Caproni