Guerra do Vietnã
Com o apoio da CIA, o exército do Vietnã do Sul derrubou atrevés de um golpe militar o então presidente, Ngo Dinh Diem, pondo no lugar o General Dougn Van Minh
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
doung van minh
Gal Doung Van Minh |

No dia 1 de novembro de 1963, o general, Dương Văn Minh, junto ao Exército da República do Vietnã, cercarou o Palácio Gia Long, e depôs o então presidente, Ngo Dinh Diem. Minh, também conhecido como “Grande Minh“, devido à sua enorme estatura quando comparado aos demais membros do exército, assume então a presidência 5 dias depois.

O general ingressou na carreira militar na década 40, quando 50 oficiais vietnamitas foram incorporados e treinados pelo exército colonial Francês, em plena guerra da Indochina. Foi aí que recebeu seu apelido, tanto por sua altura como também para diferenciá-lo dos demais oficiais de mesmo nome.

Sua relação com as forças imperialistas, primeiramente a França e posteriormente os EUA, era norma entre a alta patente corrupta do exército. A ARVN (Army of the Republic of Vietnam- Exército da República do Vietnã) recebeu fundos e apoio técnico da C.I.A, que ajudou a orquestrar a tomada do palácio no dia 1 de novembro, e executar Ngo Dinh Diem e seu irmão, Ngo Dinh Nhu, então chefe da polícia, e braço direito de seu irmão presidente. Ambos estavam foragidos desde a noite anterior, prevendo a invasão das forças armadas. Embora tenham negociado entregar-se em troca de exílio com a ARVN, esta não cumpriu a promessa, e logo que entregaram-se os dois irmãos foram executados.

Alguns dias depois da execução, Minh assume a presidência, e ocupa o cargo durante 3 meses, até ser substituído. Sua fama vinha de sua patente militar, mas o Grande Minh nunca teve grande aptidão para ser político. Doze anos depois, retornou para o cargo de presidente do Vietnã do Sul, no dia 28 de abril (1950-1975). Dois dias depois, Saigon seria tomada pelos comunistas, pondo um fim a guerra e a separação dos dois países.

Minh foi mantido como chefe executivo durante os 3 meses para controlar, na base da repressão, a crise política que estava instaurada no país. Seu curto mandato foi marcado pela presença exacerbada do exército nas ruas, e pela fortíssima repressão de qualquer tipo de manifestação política, à favor ou não dos vietcongues. Um governo totalmente fantoche e submisso aos Estados Unidos.

Morreu em 2001 com 85 anos. Após ser capturado pelos comunistas, negociou seu exílio na França onde viveu alguns anos até ir para a Califórnia, onde viveu com sua filha até morrer.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas