Dia de Hoje na História
Após 30 anos de divisão do país, e de uma guerra revolucionária do povo contra os imperialistas Japão, França e EUA o Vietnã finalmente se tornou independente e se reunificou
vietna
Povo comemora a libertação de Saigon que pôs um fim a guerra e permitiu a reunificação. | Foto: Reprodução

No dia 2 de julho após décadas de guerras contra  invasores o Vietnã finalmente se declarou como a República Socialista do Vietnã, unificando o norte e o sul. Foram 30 anos em que o país ficou dividido após a segunda guerra mundial, os países imperialistas vencedores fizeram o mesmo que na coreia, dividiram o país ao meio deixando o norte sob controle do Viet Minh, o movimento de libertação nacional liderado pelo partido comunista e o sul como uma semi-colônia dos franceses, a paz não durou muito tempo.

O Vietnã foi invadido e colonizado pelos franceses a partir de meados do século XIX que estabeleceram o tradicional regime de saque exploração total. No início do século XX os movimentos de libertação nacional começaram a surgir e em 1930 o Partido Comunista do Vietnã foi fundado. Com a segunda guerra mundial, que foi uma disputa entre os países imperialistas para redividir o mundo, os franceses e os japoneses entraram em conflito, entre 1940 e 1945 ambos tinham presença na colônia mas em março o Japão atacou e tomou o país inteiro como seu.

A resistência do povo contra ambas as forças imperialistas deu origem a revolução de agosto, ainda em 1945, liderada por Ho Chi Minh, o país inteiro foi liberado e um governo provisório foi estabelecido. Essa situação durou pouco pois com o fim da guerra rapidamente as tropas dos aliados ocuparam o sul do país, os exércitos do chinês Chiang Kai Chek, que posteriormente seria derrotado na revolução chinesa em 1949, não conseguiram invadir o norte, que se manteve sob controle dos Viet Minh. Assim começou a divisão do país que duraria mais de 30 anos, apenas um anos após a primeira declaração de independência começaria a guerra contra os franceses.

O povo vietnamita tanto do norte quanto do sul estava engajado em expulsar os invasores imperialistas o movimento já se configurava como uma revolução socialista que vinha sendo liderada pelo partido comunista. Como teorizou Trotski em seu livro a Revolução Permanente, as tarefa da independência dos países atrasados só pode ser resolvida por meio de uma revolução socialista, e foi o que de fato aconteceu. Os franceses perderam a guerra em 1954, mas o imperialismo não aceitaria essa vitória tão facilmente, em 1955 já começou a invasão dos EUA que iria durar mais de 20 anos.

A guerra dos vietnamitas contra os EUA foi um grande massacre, enquanto apenas 60 mil estadunidenses morreram milhões de vietnamitas foram assassinados e o país foi completamente destruído, incluindo o uso de armas químicas o que causa doenças até os dias de hoje. Mas maior potência militar da humanidade não foi capaz de dominar um povo disposto a ser livre, após 20 anos de guerra o país inteiro lutava contra os invasores, em 1975 os exércitos oficiais do norte e os exércitos de guerrilha do sul tomaram a capital da contra revolução Saigon, a guerra terminou com a fuga humilhante das tropas norte americanas e dos vietnamitas que vendiam seu país, até helicópteros foram atirados ao mar para permitir a evacuação das tropas tamanha foi a velocidade do ataque do Exército de Libertação do Sul. Saigon seria renomeada de Ho Chi Minh em homenagem ao grande líder da revolução.

Assim, alguns meses após o fim da guerra o norte e o sul puderam finalmente se reunificar como a República Socialista do Vietnã, o que só foi possível devido a luta revolucionária do povo. O imperialismo usa de todas as armas possíveis para manter seu controle sobre o mundo sendo uma das mais repugnantes a divisão de países inteiros, como é visível até os dias de hoje na Coreia. O povo vietnamita mostrou o caminho, contra o imperialismo é necessária uma mobilização revolucionária.

Relacionadas