Preso pelos militares? Lula pode ser o novo Chávez?

lula_entrevista_afp4-1280x720

Segundo fontes da imprensa golpista, o juiz Sérgio Moro pode autorizar a transferência do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva da superintendência da Polícia Federal em Curitiba, para o quartel-general da 5ª região militar do Exército, na região sul da capital paranaense.

A desculpa seria de que o acampamento em defesa do ex-presidente estaria atrapalhando o dia-a-dia dos policiais da PF. Ou seja, não basta a perseguição criminosa, uma condenação fraudulenta e uma prisão ilegal, eles ainda querem que Lula fique refém dos militares, conhecidos pelo seu tratamento “carinhoso” com presos políticos.

É importante perceber que, além de Juscelino Kubistchek, que ficou preso justamente em um quartel, após o golpe militar, em 1968, outro importante líder latino-americano também sofreu (e derrotou) o mesmo tipo de pressão golpista dos militares: Hugo Chávez.

Chávez, durante a tentativa de golpe imperialista em 2002, foi preso pelos militares e ficou detido em um quartel, mas a coisa não ficou por aí. Setores populares e nacionalistas saíram em massa às ruas da Venezuela para defender o líder bolivariano, e fizeram uma pressão tão intensa no regime que Chávez seria libertado e iria se transformar, após este episódio, efetivamente em um dos mais combativos representantes das massas venezuelanas.

O exemplo tem que ser muito bem compreendido e seguido por nós, brasileiros. Lula está preso nas mãos de policiais eleitores de Jair Bolsonaro, que não possuem pudor nenhum ao esbravejar que o ex-presidente deveria ser morto, já correndo um enorme perigo. Se essa transferência foi efetivada, o cenário irá se agravar ainda mais.

É preciso que toda a militância contra o golpe entenda que não existe saída institucional para este problema. O líder petista já está preso, e a burguesia não demonstra nenhum sinal de que dará uma saída pelas instituições para ele. Somente a organização das massas e, por consequência, uma enorme pressão popular contra a sua prisão irão colocar o golpe em cheque e trazer a liberdade para o preso político mais famoso do mundo.