Polícia Federal mantém Lula preso político e incomunicável

BRAZIL-POLITICS-CORRUPTION-LULA DA SILVA

Passados dez dias desde que o ex-presidente Lula se entregou à Polícia Federal, a nova realidade vivida por Lula vem à tona e escancara a perseguição imposta pelo conjunto dos golpistas à maior liderança popular do País. Lula está preso em uma cela de três metros de largura por cinco de comprimento; lá, é mantido em isolamento, tendo direito a uma visita e a um banho de sol por semana.

Foi na quinta-feira (12) que o ex-presidente pôde rever sua família pela primeira vez desde que se entregou. No dia seguinte, sexta-feira (13), Lula foi autorizado a sair da cela para tomar seu primeiro banho de sol. Ao que tudo indica, colocaram a maior liderança popular do Brasil incomunicável numa verdadeira solitária – lugar onde Lula passa a maior parte do tempo lendo seus livros.

Lula tem o direito a visitas completamente cerceado pelos golpistas. É disto que ele mais reclama: ter sido submetido a um total isolamento. Inaceitável também é o fato de que várias pessoas são barradas e impedidas de ter contato com Lula – entre elas parlamentares do PT, sob a alegação por parte da Polícia de que o “prédio não pode virar uma espécie de comitê político partidário”.

É a definição de um preso político, ele está preso por fazer política e preso para impedir participe da luta política. Não existem provas contra Lula ou nada tipo, foi mirado para abrir caminho para o golpe.

O ex-presidente Lula está sendo mantido em isolamento pessoal e político pelos golpistas. É preciso articular um amplo movimento que exija a liberdade de Lula e de todos os presos políticos da operação Lava Jato, tais como José Dirceu e João Vaccari.