JBS/Friboi fez acordo de pagamento de indenização por não fornecimento do comunicado de acidentes do trabalho

Compartilhar:

Com o maior número de acidentes ocorridos ao longo dos anos, o grupo JBS/Friboi, no final de 2017 teve que fazer um acordo de pagamento de R$ 200 mil pelo motivo de, entre outros problemas, o de não fornecimento do Comunicado de Acidentes do Trabalho (CAT).

Este é um dos mais de 34 processos envolvendo os trabalhadores contra os donos do JBS/Friboi.

Os inúmeros acidentes vão de incapacidade de exercer o trabalho, em vários casos, os trabalhadores com apenas três a quatro anos nas fábricas do grupo já se tornam imprestáveis, perdas de membros do corpo e morte.

Já ocorreram processos onde estiveram envolvidos valores de mais de R$ 10 milhões, no entanto o grupo JBS/Friboi sempre recorre e o processo perdura por vários e vários anos e a indenização é reduzida consideravelmente, podendo, inclusive o trabalhador não receber um único centavo.

Neste caso a JBS S/ deve pagar R$ 200 mil em indenização por danos morais coletivos, após descumprir normas de saúde e segurança do trabalho na unidade de Pontes e Lacerda (a 445 km de Cuiabá).

Os trabalhadores, os atingidos pelas péssimas condições de trabalho no frigorifico, quando ocorrem de receberem indenização é um valor ínfimo, pois, em geral os danos morais sempre referidos em processos são repassados para entidades, as quais são escolhidas pela justiça, até aqui os trabalhadores são penalizados.

Campanha Financeira 3

É necessário uma luta incessante dos trabalhadores contra as condições de trabalho e saúde dos trabalhadores e isso só pode ocorrer com a organização de todos os trabalhadores e se necessário ocupar as dependências da fábrica até que sejam solucionados os problemas.

artigo Anterior

Comitês de Luta contra o Golpe lançam cartaz contra a prisão de Lula

Próximo artigo

Prefeitura do PSDB gasta R$ 17 milhões, mas falta de água já dura quatro dias na Chapada dos Guimarães (MT)

Leia mais

Deixe uma resposta