Advogados de Lula vão ao STF para tentar evitar prisão

Compartilhar:
Advogados de Lula vão ao STF para tentar evitar prisão

A defesa do ex-presidente Lula se reuniu nesta quinta-feira (8) com o ministro do STF, Edson Fachin, para discutir o pedido de habeas corpus feito para evitar uma possível, e iminente, prisão. Os advogados ressaltam que, diante da velocidade “anormal” com a qual o caso de Lula foi julgado em segunda instância, é importantíssimo que seu pedido de liminar seja avaliado o quanto antes.

Os representantes legais do ex-presidente tentam, o quanto antes, obter uma liminar para diminuir a chance de prisão, mas sabemos que a direita não irá recuar, custe o que custar. Após a decisão do TRF-4 de condenar Luiz Inácio Lula da Silva, mesmo sem nenhum tipo de provas, a direita entrou em estado de histeria, pedindo diariamente que o líder popular seja preso o quanto antes nos telejornais, nas revistas, jornais e programas de rádio.

Campanha Financeira 3

Portanto, não podemos nos iludir. Essa parada não será resolvida através de recursos em tribunais, mas sim através da mobilização popular, que pode colocar uma pressão gigantesca no judiciário e até, em última instância, reverter todo o processo de golpe que vemos desde 2016.

artigo Anterior

“O Futuro não é estabelecido de antemão… ele depende de uma luta de classes”

Próximo artigo

A difícil tarefa de manter a estabilidade do regime alemão

Leia mais

Deixe uma resposta