Moro, o honesto, é pego com a mão no flagrante

Compartilhar:
Moro, o honesto, é pego com a mão no flagrante

Morando em um imóvel de 252 metros quadrados, que fica a 3 quilômetros do seu local de trabalho, o “arauto da moralidade” Sergio Moro foi descoberto recebendo auxílio-moradia de cerca de R$ 4 mil por mês. O benefício foi garantido por uma liminar de 2014, ratificada pelo ministro do STF, Luiz Fux.

Se somando a outro auxílio-alimentação de R$ 884, os rendimentos do juiz golpista chegam a R$ 34.210 por mês. Nada mal para um concursado que serve, nada mais, nada menos, como vassalo do imperialismo para inventar leis e condenações, não?

Inclusive, dois dos principais setores ativos no golpe, o setor judiciário e o MP, abocanharam, desde 2014, R$ 5.4 bilhões dos cofres públicos, somente em benefícios.

Ou seja, o STF, instância máxima do judiciário golpista, que decide desde o que as crianças irão estudar na escola, até se alguém pode ser nomeado como ministro ou não, decidiu que todos os juízes do país tem o direito de receber esses auxílios astronômicos.

Só por esse fato, já seria escandaloso, mas tudo fica ainda pior quando lembramos que esse verdadeiro roubo dos cofres públicos está caindo na conta de Moro, Dallagnol, Bretas (que inclusive recebe este mesmo benefício em dobro), e toda essa corja golpista, que sempre procura se colocar como “exemplos” de honestidade, em conflito com seus perseguidos, que seriam todos uns pilantras e desonestos.

Rascunho automático 67

É fácil perceber que a máscara já está caindo. O povo já está começando a perceber a total farsa jurídica que é a Operação Lava Jato e, ainda mais, que todos os envolvidos nessa história macabra tem um histórico longo de esquemas desonestos e acordos de bastidores.

artigo Anterior

“Que se oponha uma séria resistência aos planos dos golpistas”

Próximo artigo

Direita ameaça set do filme sobre Marighela

Leia mais

Deixe uma resposta