Desembargador que condenou Lula já foi elogiado por Moro em tese de doutorado

Compartilhar:
Relator do processo no TRF4 aumenta a pena de Lula

O desembargador golpista Gebran Neto, que rejeitou toda a argumentação da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e, ainda por cima, aumentou a pena de Lula para 12 anos e 1 mês de prisão em regime fechado, havendo feito vários elogios a Sérgio Moro durante a leitura da sentença, ao que tudo indica, é amigo de muitos anos do Mussolini de Maringá.

O ditador de arrabalde do Paraná, inclusive, já fez elogios a Gebran em sua tese de doutorado, chamando- o de amigo, nos seguintes termos: “Menção especial merece o amigo, João Pedro Gebran Neto […]”.

Rascunho automático 67

Como era de se esperar, os membros da máfia togada do judiciário golpista se conhecem.

artigo Anterior

Na capital paulista, Centros Acadêmicos das principais faculdades de direito lançam nota conjunta sobre a perseguição feita ao Lula

Próximo artigo

Prisão de Lula será decretada pelo STF

Leia mais

Deixe uma resposta