Pedir prisão de Lula é ato político, diz advogado de defesa do ex-presidente

Compartilhar:
Pedir prisão de Lula é ato político, diz advogado de Lula

Em entrevista ao UOL, nessa quinta-feira (11), o advogado Cristiano Zanin Martins, responsável pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, detalhou o quão absurdas são as acusações da Operação Lava Jato e afirmou que pedir a prisão de Lula é, nada mais, nada menos, que “um ato de cunho político”, já que os supostos “crimes” do petista não foram provados nem de longe.

O advogado denunciou a perseguição contra o ex-presidente, afirmando que “muitas pessoas nem sequer sabem a acusação que existe contra ele”. Para Cristiano, a prisão de Lula não é uma possibilidade, uma vez que não existe crime, sendo a acusação do MPF “totalmente descabida”.

O jurista ainda denunciou a sentença frágil de Sérgio Moro, que cita “atos indeterminados” como prova do crime de corrupção. Ora, se o ato é indeterminado, e não existem provas materiais que corroborem a acusação, é óbvio que tudo isso é uma enorme farsa jurídica, montada, muito provavelmente nos EUA, para prender o maior líder popular do país e dar prosseguimento no golpe.

Rascunho automático 67

Sabemos que a farsa da Lava Jato não se importa com Justiça ou nada que o valha, portanto mesmo com uma condenação baseada “meramente em suposições, especulações e crenças”, é preciso ir às ruas e garantir que a direita tenha medo da mobilização dos trabalhadores. Convocamos todos a comparecer no dia 24 de janeiro, na porta do TRF-4, em Porto Alegre, para manifestar sua indignação contra todos esses absurdos.

artigo Anterior

Não adianta falar que defende o direito de Lula ser candidato e não ir pra rua protestar, ocupar Porto Alegre é fator chave neste momento.

Próximo artigo

Povo ataca sede do PSDB durante protesto contra aumento da passagem

Leia mais

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: