A esquerda não entende o jogo do imperialismo

Compartilhar:
A esquerda não entende o jogo do imperialismo

A esquerda pequeno burguesa se afunda cada vez mais em suas confusões, tanto em relação as eleições quanto em relação a prisão de Lula, e é exatamente isso que será explicado no trecho a seguir da analise politica da semana, deixando claro o significado destas confusões, e o que elas podem causar na politica nacional.

A esquerda brasileira vê tudo em termos eleitorais, então eles olham e falam assim, “o lula é candidato, o PT é um partido que vai lançar candidatos, nós temos que competir, nós temos que conseguir nosso lugar ao sol eleitoralmente” então eles ficam, numa luta eleitoral sem receber qual é o objetivo do imperialismo.

Eles também não percebem o seguinte, se o imperialismo consegue seu  objetivo e liquida totalmente estes partidos, o surgimento de uma  nova alternativa vai ser muito mais complexo, muita gente da esquerda eu vi, agora eles abandonara isso porque a esquerda pequeno burguesa em geral ela é rápida em cometer erros monstruosos e abandonar, e tentar fazer com que todo mundo esqueça.

Mas durante um período a via, a análise, a tese de que se a direita destruir os partidos como o chavismo, Evo Morales, Lula, Kirchner, a esquerda, não é isso que seria na concepção deles mais revolucionário iria tomar o lugar destes partidos, isso daí evidentemente que não ta acontecendo em lugar nenhum no mundo, se isso fosse verdade nós não teriamos no brasil primeiro o impacto da candidatura de Lula, e segundo nos estamos ai com grandes mobilizações revolucionárias que cresceriam no vazio deixado pelo PT, o que nós estamos vendo ai é a classe operária, que nos vimos no ano de 2017 foi a classe operária, os trabalhadores, funcionários públicos, apanharem o ano inteiro 365 dias por  ano e sofrerem as piores derrotas, que os trabalhadores já viram em toda história do brasil, quer dizer  prognóstico falido, a não ser que o prognóstico seja assim vem o apocalipse e das cinzas vão se erguer, uma esquerda revolucionária, isso é tudo logicamente uma concepção semi anarquista.

Nao sei se todo mundo conhece uma concepção que foi muito comum entre os anarquistas do século XIX, de que você deveria destruir o mundo com fogo poque depois da destruição do mundo com fogo das cinzas recria uma nova humanidade revolucionária socialista e tal. Quer dizer é uma ideia de tipo ja religioso, você destrói tudo, e do vazio, como se fosse assim um big bang político, a criação do mundo por deus política, surgiria todo uma nova realidade , esse uma coisa que não, é um pensamento totalmente irracional é que os povos, os trabalhadores, os movimentos de um modo geral eles vao progrendidonod , sobre a base de sua experiência , então hoje por exemplo na argentina todo um setor dos trabalhadores é peronista ou kirchnerista, ou seja o que for, a medida que eles evoluem essa organização e essa ideologia do trabalhadores é parte do progresso da evolução do trabalhadores, porque, porque na argentina foi o peronismo que criou, um boa parte da legislação trabalhista dos sindicatos, das centrais sindicais e tudo mais, da central sindical argentina.

Então foi um progresso num dado momento contraditório, não vamos entrar aqui numa explicação da história argentina, mas foi um determinado tipo de progresso , então o que a gente esperaria o que que é, os trabalhadores que deram um passo no sentido de construir um partido vamos supor como o PT apesar de que é um partido muito imperfeito do ponto de vista de um partido de trabalhadores, um partido operário, e eles vão dar um passo seguinte evoluindo no sentido da defesa dos seus interesses de classes, a medida que a luta se intensifique tudo mais.

De um posto de vista marxista não é através da liquidação total do niilismo do apocalipse que nós vamos conseguir fazer os trabalhadores evoluírem, mais eles vão evoluir por etapas que correspondem a experiência que eles então fazendo , se você tem uma central sindical como a CUT, que tem uma série de defeitos, a existência da CUT é um progresso, em relação a situação anterior onde não havia central sindical, então logicamente isso permite um progresso ainda maior. Só uma pessoa totalmente desorientada pode achar que o calor das organizações operárias, dirigidas por setores que nao sao classistis nao sao revolucionárias, vai levar a uma crescimento revolucionário.

Não é assim, é preciso que os setores que estão agrupados, organizados nessas organizações eles evoluam até eles atingirem uma consciência mais geral por eprecinea própria e pela luta.

O problema é que a pequena burguesia não tem paciência , eles querem o resultado imediato, eles em geral querem brilhar, querem fazer tudo na mesma hora etc e tal. Ento ninguém consegue entender que o ataque ao PT é um ataque ao conjunto do movimento operário.

Se o PT fosse colocado na ilegalidade, os sindicatos da CUT, fossem desmantelados etc e tal, o que nós teríamos dentro do movimento operário não seria um progresso, seria um retrocesso, e é isso que a esquerda não entende, por isso não entende qual é, a aposta do jogo que se joga no dia 24 ou em geral com a prisão do Lula.

Contribua com nossa vaquinha da caravanas para o ato de Porto Alegre no dia 24.

https://www.vakinha.com.br/vaquinha/24-de-janeiro-ocupar-porto-alegre-contra-a-condenacao-de-lula

E com nossa vaquinha da COTV, para fortalecer uma imprensa operaria independente, e diaria.

Rascunho automático 67

https://www.vakinha.com.br/vaquinha/contribua-com-a-causa-operaria-tv-novembro-dezembro

artigo Anterior

Financial Times diz que melhor coisa para Ciro seria ver Lula preso

Próximo artigo

Povo ataca sede do PSDB durante protesto contra aumento da passagem

Leia mais

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: