MT: Militante é Agredida Durante Ato Contra Aumento da Passagem

Compartilhar:

Na última terça-feira (05) foi realizado ato em Cuiabá (MT) contra o aumento da passagem de ônibus. O ato foi realizado durante a inauguração do ponto de ônibus climatizado e recebeu notável apoio dos passageiros presentes no ponto e dentro dos ônibus.

No entanto, também estavam presentes no local – como é habitual em inaugurações de obras públicas – os capachos do prefeito coxinha Emanuel Pinheiro (PMDB), com a – também habitual – truculência que lhes caracteriza a atuação política. Em sua truculência, os capachos do prefeito cercaram uma das militantes presentes na atividade e a trataram de forma agressiva, retirando dela o cartaz que trazia consigo. A militante agredida foi a coordenadora do DCE da UFMT, Anna Carol.

Como temos afirmado e reafirmado, as flores não vencem os canhões e, por isso, deve ser prestada a companheira toda a solidariedade e essa solidariedade deve ser manifestada de maneira prática e enérgica. Não podemos ser pacíficos perante a direita golpista, composta por fascistas que se utilizam da agressão na primeira oportunidade que surja.

Rascunho automático 67

Assim sendo, é necessário realizar novos atos do mesmo tipo, com a realização da mais ampla convocação, para denunciar o aumento da passagem como uma política de ataque a população por parte da direita golpista e, em caso da presença de direitistas no ato tentando intimidar os militantes, é preciso expulsá-los do ato com a mesma energia que eles tentam nos intimidar, pois essa é a única forma de frear a ação dos fascistas.

artigo Anterior

Frase inolvidável

Próximo artigo

Frase do dia

Leia mais

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: