Direita golpista com medo: FHC pede que PT não mobilize os trabalhadores em defesa de Lula

Compartilhar:
Direita golpista com medo: FHC pede que PT não mobilize os trabalhadores em defesa de Lula

Em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, FHC mais uma vez demonstrou toda sua demagogia ao falar sobre uma suposta condenação de Lula pela operação golpista Lava Jato. Segundo o tucano, o julgamento é ruim para o país, mas se Lula for condenado, ninguém irá se manifestar.

Segundo o ex-presidente direitista, o PT deveria aceitar calado tudo o que está acontecendo, já que a perseguição sofrida tanto por Lula quanto pelo Partido dos Trabalhadores seria mentira e apenas uma “estratégia política” para o partido se fazer de coitado.

Ao tentar explicar a popularidade de Lula, FHC bota a culpa no “nível educacional pouco desenvolvido” do povo. Ou seja, o brasileiro gosta do Lula pois seria burro, na visão do entreguista. Inclusive, Fernando Henrique Cardoso chega a defender o parlamentarismo, pois segundo ele “têm menos chance de que isso aconteça”.

Nada poderia ser mais falso, uma vez que o povo não é burro e inclusive lembra muito bem dos governos neoliberais do PSDB, que simplesmente destruíram a infraestrutura nacional com suas privatizações e largou o povo passando fome nas periferias e no campo.

O que o “intelectual” golpista não diz é que toda a direita tem muito medo de uma eventual mobilização popular em defesa de Lula, uma vez que, diante da crise política e econômica que enfrentamos, seria muito fácil isso escapar do controle e, em última instância, reverter todo o processo golpista.

Como pau que bate em Chico não bate em Francisco, FHC declarou na mesma entrevista que Aécio Neves “fez coisas positivas”, e que ele teria sido vítima de um “excesso” da operação Lava Jato. Engraçado, o senador que é grampeado falando sobre propina e até assassinato é vítima, enquanto Lula, que não teve absolutamente nada provado contra ele até o momento, seria um bandido.

Em mais um “show” de cinismo, o “príncipe da sociologia” ainda afirmou categoricamente que o PSDB não está envolvido em nenhum esquema descoberto pela Lava Jato, chegando ao cúmulo de dizer que o partido é que foi vítima do cartel formado por empresas para fraudar obras no Rodoanel, em São Paulo.

Campanha Financeira 3

Ou seja, Lula seria um bandido, o povo brasileiro seria burro, o PSDB seria vítima, e FHC seria o único “iluminado” do país que entende a situação. Nada poderia ser mais falso, e a classe trabalhadora, se é que já não aprendeu, precisa aprender definitivamente a não depositar mais um pingo de confiança nas palavras de direitistas “aclamados” pela imprensa capitalista, como Fernando Henrique Cardoso.

artigo Anterior

Uma retrospectiva desastrosa para os trabalhadores em frigoríficos em 2017

Próximo artigo

Trump continua na mira do impeachment

Leia mais

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: