Impeachment de Trump é cada dia mais provável

Compartilhar:
Impeachment de Trump é cada dia mais provável

Donald Trump está há menos de um ano no governo. Seu impeachment, no entanto, assombra o governo desde antes de o presidente norte-americano assumir o cargo. Trump venceu as eleições derrotando os setores mais importantes do imperialismo, representando um setor secundário e mais fraco. Nesta época de golpe generalizado do imperialismo no mundo todo para impor seu controle político sobre países atrasados, nem os próprios EUA escaparam de uma campanha golpista.

Rascunho automático 67

A crise política do regime democrático atingiu até o próprio país sede da burguesia imperialista mais poderosa do mundo. Trump surgiu como uma anomalia de um regime em crise, quando tudo estava pronto para o embate entre dois candidatos parecidos para continuar a política de George W. Bush nos EUA, que foi mantida por Barack Obama.

Na semana passada, as coisas se complicaram para Trump depois de um ano de campanha para derrubá-lo em grande parte da imprensa. Seu ex-assessor de Segurança Nacional, Michael Flynn, aceitou colaborar com as investigações do procurador Robert Mueller. Flynn se demitiu depois de admitir ter mentido sobre uma reunião que teria tido com os russos durante a campanha eleitoral.

A suposta influência do governo da Rússia nas eleições dos EUA em favor de Trump, com cumplicidade da campanha de Trump, é a história que estão usando para tentar derrubar o presidente dos EUA. Robert Mueller foi nomeado para um cargo especial criado exclusivamente para conduzir uma investigação relativa a essa suposta influência.

Esta semana, a líder do Partido Democrático no Comitê Judiciário do Senado, DIanne Feinstein, declarou que a comissão está vislumbrando de maneira cada vez mais clara uma “concretização do caso de obstrução da justiça”. Trump teria tentando obstruir as investigações sobre uma suposta interferência russa na política norte-americana.

As chances de um impeachment contra Trump estão crescendo. Enquanto permanece no governo, Trump toma medidas que entram em contradição com determinados interesses dos setores mais fortes do imperialismo. É o caso, por exemplo, da postura do governo em relação à Síria. Esse governo contraditório leva a uma política confusa que pode enfraquecer a política do imperialismo e que alimenta a própria crise política do regime que propiciou a criação desse cenário.

artigo Anterior

À espera de um milagre 2018

Próximo artigo

Com Lava Jato em crise, golpe militar fica mais próximo

Leia mais

Deixe uma resposta