Golpe contra Dilma foi o golpe contra as mulheres

Compartilhar:
O golpe contra Dilma foi o golpe contra as mulheres

O golpe sofrido pela presidenta Dilma Rousseff, primeira mulher eleita no país, e que fora legitimamente eleita com 54 milhões de votos, foi um um golpe que se consolidou amplamente contra os direito mais elementares conquistados pelas mulheres. Impulsionou os demais ataques que vêm sendo desferidos pela direita fascista e os donos do golpe. Não obstante, passado um ano do golpe de Estado, o que se vê são medidas a perder de vista que foram estritamente criadas para acabar com qualquer direito antes conquistado com tanto esforço pela luta das mulheres.

Na atual conjuntura, os setores mais oprimidos da população como é o caso das mulheres, estão sofrendo com o ataque indiscriminado dado pelos golpistas, sendo ele a proibição da prática de aborto até nos casos da gravidez que oferece risco para a vida da mulher. Ou seja, não só derrubaram a presidenta Dilma, como também querem fazer o mesmo com toda população feminina que compõe mais da metade da população brasileira.

O avanço do golpe de Estado para um golpe militar é iminente, existe o risco de se passar novamente por um regime antidemocrático. Se com o aprofundamento do golpe as mulheres já sofrem com a grande repressão chancelada pelo Estado, em um golpe militar terão todos seus direitos extintos. Seguindo esse panorama, é preciso se falar do aumento exorbitante nos números de estatísticas acerca da violência contra a mulher, e quando se trata da mulher negra o índice se torna ainda maior.

A esquerda pequeno-burguesa somente reforça sua demagogia com a questão da mulher, não se discute sobre os ataques que são sofridos pela mulher na prática e que estão presentes cotidianamente em suas vidas, como o caso da violência doméstica sofrida por diversas mulheres que vivem no cárcere da vida doméstica. O golpe veio para intensificar todos os ataques já sofridos pelas mulheres.

artigo Anterior

Saudosistas da ditadura militar fazem manifestação em apoio a Lava Jato na Justiça Federal de Curitiba

Próximo artigo

Morre o compositor Mozart com apenas 35 anos

Leia mais

Deixe uma resposta