Dia 07/12, na UFAL, ato-debate contra o fascismo nas universidades

Compartilhar:
Dia 07/12, na UFAL, ato-debate contra o fascismo nas universidades 1

A ofensiva da direita é cada vez maior à medida em que o golpe de estado vai se aprofundando. Nessa conjuntura, as universidades não poderiam ser colocadas de fora. A tentativa da direita de controlar os meios estudantis é crescente – por mais que ainda muito ineficiente. Um bom exemplo disso é uma das principais organizações golpistas do país, o Movimento Brasil Livre (MBL), financiado pelo imperialismo e liderado por jovens que escondem seu caráter fascista através de uma fraseologia libertária.

Campanha Financeira 3

Há alguns meses, a direita procura realizar atividades nas universidades por meio da divulgação do documentário lançado esse ano sobre a ideias do guru fascista, Olavo de Carvalho, com o objetivo claro de reagrupar os elementos da universidade, como tentativa embrionária de organizar os jovens em torno de um grupo direitista nos meios acadêmicos. Começaram pela UFPE, onde se formou o diretor do documentário. Lá, logo de primeira, o comitê de luta contra o golpe da universidade, decidiu organizar uma atividade paralela contra a extrema-direita – que acabou gerando um confronto entre os dois grupos, e colocou a direita para correr do local. Da mesma maneira, o mesmo se reproduziu em vários outros estados – como Bahia, Piauí, Brasília e, com uma outra forma, em São Paulo, onde a direita procurou difundir sua ideologia na USP através do presidente da Frente Integralista Brasileira, uma organização dos anos 30 que se inspirou nos movimentos nazistas e fascistas da época. Em todos esses lugares, a direita foi combatida e colocada para fora das universidades.

Neste contexto, obviamente que a direita ficou acuada, desmoralizada e amedrontada para dar prosseguimento a seus planos. Entretanto, soube-se através do site da organização fascista Frente Pela Liberdade que, nesta quinta-feira, dia 7 de dezembro, divulgarão o documentário na no subsolo da biblioteca central da UFAL às 13:30. Por isso, para combater o avanço da extrema-direita e dar prosseguimento às lutas travadas nas outras universidades, o comitê de luta contra o golpe de Maceió está convocando um ato-debate contra o fascismo nas universidades no mesmo dia às 13 horas, em frente à biblioteca.

A tentativa de penetração da direita nas universidades não é ocasional, tem a ver com o golpe de Estado. Portanto, o ato se faz importante tanto na luta contra o golpe quanto na luta contra o fascismo. Convocamos todos aqueles dispostos a lutar contra a extrema-direita a participar do ato e se organizar nos comitês.

Quinta-feira, dia 7 de dezembro, em frente à Biblioteca Central da UFAL! Abaixo o fascismo!

artigo Anterior

A direita fascista acusa a esquerda de… fascista!

Próximo artigo

#Gestor: Doria gasta R$ 6 milhões em UPA que não está funcionando

Leia mais

Deixe uma resposta