Fascistas na USP: é assim que se deve tratar a direita

Compartilhar:
Fascistas na USP: é assim que se deve tratar a direita

Na quarta-feira, dia 29, os estudantes mais uma vez mostraram como se deve agir diante do fascismo. Os estudantes da USP, maior universidade do País, colocaram para correr integralistas que estavam participando de um simpósio dentro da Faculdade de Letras.

Rascunho automático 67

Quando ficaram sabendo que os fascistas estariam presentes na universidade, os estudantes marcaram um ato para acontecer no mesmo horário do tal simpósio. Mesmo com a convocação em cima da hora, cerca de 100 estudantes compareceram ao local para impedir a atividade integralista, o que mostra a disposição para combater a direita.

Assim que se reuniram, os estudantes se dirigiram até a sala de aula onde ocorria o simpósio. Os galinhas verdes – como são chamados tradicionalmente os integralistas – foram obrigados a sair correndo.

Os estudantes gritavam palavras de ordem contra a direita como “Lugar de fascista é na ponta do fuzil” e “fascistas não passarão”. Finalmente, a atividade foi impedida de acontecer e os fascistas levaram a pior.

Esse é mais um episódio que mostra que o caminho a ser seguido é o caminho da luta contra a direita. Ao contrário do que defende a esquerda pequeno-burguesa, é impossível derrotar o golpe e a direita apenas com discursos. É preciso uma política que se oponha energicamente aos golpistas. No caso da extrema-direita, que é um subproduto do avanço do golpe, é preciso estar preparado para combater com os meios que forem necessários. Os estudantes mostraram como se faz.

Mais um vídeo do ato contra os fascistas na USP

"Fascistas, racistas, não passarão!"

Publicado por Diário Causa Operária Online em Quarta-feira, 29 de novembro de 2017

Ato contra os fascistas na USP

Estudantes expulsam fascista da Faculdade Letras da USP

Publicado por Diário Causa Operária Online em Quarta-feira, 29 de novembro de 2017

artigo Anterior

“Com Amor, Van Gogh” chega aos cinemas

Próximo artigo

Por isso querem prender Picciani? Juristas críticos do impeachment serão homenageados na Alerj

Leia mais

Deixe uma resposta