A “neutralidade” de Manuela D’ávila e a política do PCdoB

Compartilhar:
A “neutralidade” de Manuela D'ávila e a política do PCdoB

Perante a acusação de corrupção levantada pelo judiciário e os golpistas contra Lula, Manuela D´ávila, futura presidenciável pelo PCdoB, respondeu a imprensa burguesa que não era juíza, uma forma de se esquivar astutamente do assunto. Apesar desta esperteza, a colocação não teve o impacto político desejado e só aprofundou para o eleitorado de esquerda o caráter direitista da candidatura.

Campanha Financeira 3

Lula está sendo perseguido pelos golpistas, não havendo nenhuma prova contra ele. Mesmo assim, os golpistas fazem ampla campanha para desmoralizá-lo e acabar com a principal candidatura política oposta aos golpistas. A discussão sobre a corrupção só não é mais farsesca por causa do monopólio dos meios de comunicação se encontrar nas mãos dos golpistas, assim o que realmente está sendo colocado é a anulação de Lula. A suposta “neutralidade” apresentada por Manuela D´ávila, neste sentido, é a conivência a uma campanha suja, sem provas e puramente persecutória.

Toda a onda de perseguição feita contra Lula é parte do plano que os golpistas têm para anular a participação dos trabalhadores no aparato do Estado, haja visto que o poder eleitoral do Partido dos Trabalhadores (PT) não é oriundo de outro local que não suas bases populares e sindicais. Assim, mesmo que Lula já tenha feito acordos com a burguesia, a capacidade que ele apresenta de oposição ao golpe é real, fazendo com que seja impossível a sua incorporação ao sistema golpista, ao contrário dos elementos da pequena-burguesia de esquerda como o PCdoB, PSOL e demais.

Para entender a falsa neutralidade do PCdoB e o caráter direitista de sua candidatura para 2018, ouça na Rádio Causa Operária (RCO) o áudio a seguir:

Há um esforço do PCO em construir um canal de transmissão de conteúdo audiovisual que possa ter programação 24 horas ao dia. Mais programas estão sendo construídos e tudo pode ser feito com mais facilidade e rapidez se houver contribuições para tanto em nossa campanha financeira em: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/abaixo-a-rede-globo-contribua-com-a-causa-operaria-tv

artigo Anterior

A falta de princípios do PSOL

Próximo artigo

Já está nas ruas a nova edição do Jornal Causa Operária

Leia mais

Deixe uma resposta