Golpe aumenta ainda mais desigualdade entre homens e mulheres

Compartilhar:
Golpe aumenta ainda mais desigualdade entre homens e mulheres 1

De acordo com o Relatório de Desigualdade Global de Gênero de 2017, encomendada pelo Fórum Econômico Mundial, o Brasil caiu 11 posições nesse um ano do golpe.

Rascunho automático 67

De acordo com o relatório, em todo o mundo houve piora no acesso das mulheres à educação, saúde e sobrevivência, oportunidade econômica e empoderamento político. Assim, nessa situação seriam necessários pelo menos 100 anos para acabar com a desigualdade de gênero em todo o mundo. Significativa piora, já que no ano passado, a previsão era 83 anos. Quando se analisa a situação no mercado de trabalho, essa desigualdade é pior ainda. Seriam necessários 217 anos para acabar com a desigualdade salarial entre homens e mulheres no mundo.

O Brasil, que na última década vinha apresentando uma lenta melhora, em apenas um ano do golpe a situação de desigualdade apresentou uma grande piora. Só nesse ano, o Brasil caiu 11 posições, e agora ocupa a 90º posição. Se comparado à situação em 2006, a queda foi de 23 posições. Um verdadeiro retrocesso na situação da mulher no mercado no país.

Essa é a pior situação do Brasil desde 2011 e um dos principais elementos que motivou essa queda foi a “baixa” (ou quase inexistente) participação das mulheres na política no governo Temer.

O esperado é que esse quadro de desigualdade no mercado de trabalho se intensifique ainda mais com o avanço do golpe de Estado, que destrói diariamente milhares de empregos, atingindo a vida de mais de 14 milhões de pessoas, em que as mais afetadas são as mulheres.

Apenas a luta contra o golpe pode barrar a série de retrocessos que estão em pauta na vida de toda a população e das mulheres, que estão vendo a cada dia a piora em suas condições de vida, seja no aumento da violência, retirada de direitos, aumento das desigualdades.

artigo Anterior

João Doria e o abandono dos parques municipais

Próximo artigo

Até pesquisa Ibope comprova que impeachment foi golpe

Leia mais

Deixe uma resposta