Sociólogo português denuncia o golpe de Estado

Compartilhar:
Sociólogo português denuncia o golpe de Estado

O sociólogo português Boaventura de Souza Santos denunciou o golpe de Estado no Brasil, em visita à Ocupação Povo Sem Medo, no sábado (11), afirmando que a presidenta Dilma Rousseff, eleita com 54 milhões dos votos válidos, foi destituída “pelos políticos mais corruptos da América Latina”.

Boaventura reafirmou a necessidade de reagir contra a política de devastação dos golpistas. “É preciso lutar; nas piores condições, encontramos as melhores oportunidades”, afirmou. Durante a fala, o sociólogo reforçou aquilo que, embora relativamente óbvio, muitos setores da esquerda não conseguem ver: “o golpe institucional se deu com a colaboração do Judiciário”.

Não só para o golpe contra Dilma Rousseff o Judiciário foi de suma importância; ele é também fundamental para os golpistas para perseguir inimigos políticos, instaurando contra o povo uma verdadeira ditadura. O caso do ex-presidente Lula, por exemplo, expressa a perseguição do Estado golpista contra direitos fundamentais dos cidadãos.

Rascunho automático 67

Por fim, Boaventura ressalta a ruptura democrática decorrente do impeachment da presidenta Dilma Rousseff. A isso, acrescentamos o fato de que, se a destituição da presidenta Dilma foi um passo do golpe, ele precisa ser combatido e revertido. A classe trabalhadora precisa lutar contra todas as medidas implementadas pelos golpistas, sem qualquer restrição, pela anulação do impeachment.

artigo Anterior

Defensores do golpe militar invadem aula na UFRJ

Próximo artigo

Alckmin escolhe o novo reitor da privatização da USP

Leia mais

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: