Em vários Estados a ida ao dia 11, já está organizada

Compartilhar:

O segundo ato pela anulação do impeachment, que será realizado no dia 11 de outubro em Brasília, em frente ao STF, é o principal ato da esquerda contra o golpe de Estado de conjunto. A importância deste ato é gigantesca para toda a luta contra o golpe de Estado, além de exigir a anulação do impeachment, o ato também denunciará tentativa de intervenção militar, a ditadura que está se formando no país.

Rascunho automático 67

Organizadas pelo Partido da Causa Operária e os Comitês de luta contra o golpe e pela  anulação do impeachment, as caravanas estão sendo organizadas em diversos Estados do país, como: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, capital e interior,  Minas Gerais, Bahia, Pernambuco, Piauí, Amazonas etc. estão enviando sua delegações.

A participação nesta atividade é fundamental. A crise e a paralisia que o movimento de luta contra o golpe entrou foi devido à política equivocada das direções. O ato tem como objetivo dar uma perspectiva política para um amplo movimento de luta contra o golpe de Estado.

O PCO e os comitês de Luta contra o golpe e pela anulação do impeachment estão mobilizando amplamente pela participação neste ato decisivo para a reorganização da esquerda, do movimento de luta contra o golpe, além de ser o único ato a denunciar a ditadura militar que está sendo preparada. Não há tempo a perder, é hora de mobilizar. Todos a Brasília, denunciar o golpe de Estado e a ditadura militar, exigir a anulação do impeachment.

Entre em contato com o PCO, os Comitês, pelo sítio da campanha pela anulação do impeachment, lutecontragolpe.com. Inscreva-se para caravanas, ou forme uma caravana para Brasília em sua cidade para  enfrentar os golpista.

Entre em contato:

Email:pco.sorg@gmail.com ou telefone fixo: (11) 2276-2548

Celular e Whatsapp:
Tim: (11) 98589-7537
Vivo: (11) 96388-6198
Claro: (11) 97077-2322
Oi: (11) 93143-4534

artigo Anterior

Brasil pressiona, perde várias oportunidades de gol e fica no empate sem gols com a Bolívia na altitude de La Paz

Próximo artigo

Sindicalistas de SP e RJ, como previsto, entregam greve da categoria dos Correios

Leia mais

Deixe uma resposta