Congresso da CUT convoca luta contra as privatizações

Compartilhar:

Congresso da CUT, definiu o dia 3 de outubro, dia do aniversário da Petrobras, como data para uma grande manifestação contra as privatizações

Campanha Financeira 3

Dentre as resoluções importantes aprovadas pela 15ª Plenária Nacional – Congresso Extraordinário e Exclusivo da CUT, realizado nesta semana, tais como organizar as caravanas no próximo dia 13 para Curitiba PR contra a prisão de Lula, que irá prestar depoimento ao juizeco, Sérgio Moro, e o apoio da maior Central da América Latina a ação popular pela anulação do impeachment da presidenta Dilma Rousseff (vale ressaltar que é um passo decisivo na luta contra o golpe), foi aprovada também intensificar a luta contra as privatizações do governo golpista de Michel Temer.

Os golpistas estão atacando com suas “garras de abutres” os direitos, conquistas e o patrimônio do povo brasileiro. Impuseram a terceirização sem limites, o fim da CLT, a “reforma” trabalhista, o congelamento dos gastos públicos por 20 anos e acabaram de aprovar na Comissão Especial no reacionário Congresso Nacional o texto da “reforma” da Previdência, mais um duro ataque aos trabalhadores. Além da retirada de direitos da classe trabalhadora, a direita golpista está colocando a venda, a “preço de banana”, todo o patrimônio nacional que restou do famigerado governo de Fernando Henrique Cardoso (PSDB) na década de 90. Já estão na lista para entrega para os parasitas capitalistas nacionais e internacionais a Eletrobras, Casa da Moeda, Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, Banco do Nordeste (BNB), portos, aeroportos, rodovias, petróleo, gás, incluindo o pré-sal, reservas florestais, etc.

Contra essa política de terra assada para os trabalhadores e de toda a população, o Congresso da CUT deliberou para o dia 3 de outubro, data da comemoração do aniversário da Petrobras, uma grande manifestação contra as privatizações. Os ataques desferidos às empresas públicas fazem parte de um dos fundamentos dos ataques da direita golpista com a entrega do patrimônio nacional.

A luta contra as privatizações é a mesma luta do conjunto dos trabalhadores contra o aprofundamento dos ataques em geral conseqüência do golpe de Estado e deve ser apoiada por todos os trabalhadores.

artigo Anterior

Crise generalizada dos partidos políticos é tema de análise na Causa Operária TV

Próximo artigo

A reciclagem da frente que apoiou o impeachment na Rádio Causa Operária

Leia mais

Deixe uma resposta