O velho modelo do PSDB: “vampirizar” o povo agora nos terminais de ônibus

Compartilhar:

Levando avante o velho plano do PSDB golpista de venda do patrimônio público, Geraldo Alckimin lançou no dia 17 de agosto edital para a privatização de terminais de ônibus integrados com estações de metrô, na cidade de São Paulo.

Só neste edital, já são 15 terminais, com área total de 115 mil m² de patrimônio público e uma demanda que gira em torno de 900 mil passageiros por dia, que agora servirão para encher os bolsos burgueses dos verdadeiros donos do governo estadual tucano, os grandes capitalistas, ainda que tudo seja camuflado pela falsa legalidade dos processos licitatórios.

Como é natural de todos os governos entreguistas, eles sempre vêm com a conversa de inovação, querendo convencer algum desavisado que a medida poderá trazer benefícios para o povo, que se tratam de “novos modelos” de gestão e aquele rosário de mentiras tradicionais dos governos tucanos.

Na verdade o modelo é velho e já bem conhecido de todos. Basta ver a telefonia brasileira (incluindo o serviço de internet): péssima qualidade, preços altíssimos, condições totalmente abusivas, completo desrespeito pelos direitos do consumidor e tudo monopolizado por duas ou três empresas enormes, preferencialmente multinacionais, sempre altamente subsidiadas com dinheiro público.

E como é óbvio, também no caso dos terminais, o custo vai cair direto nos ombros do povo. Não é difícil de entender: se um certo serviço, além de custear a si mesmo, também vai ter que remunerar a sanha de lucros de empresas privadas, é lógico que sairá mais caro para o consumidor. Não tem milagre.

O dinheiro que vai enriquecer um ou outro amigo do governo, tem que sair de algum lugar, e este lugar certamente será o bolso do povo. Esta sim é a grande corrupção, entregar os serviços básicos, aqueles dos quais não há condições de escapar e nem mesmo direito de escolha, à fome burguesa por lucros e acumulação de capital.

Rascunho automático 67

Ou seja, basicamente o desserviço que é boa parte da razão de existência do PSDB. Dar de graça o suado patrimônio público aos grandes capitalistas, para que eles possam vampirizar com mais força ainda o sangue e os esforços do povo.

artigo Anterior

Golpistas atacam todos que não se submeterem – assista ao vídeo

Próximo artigo

Cinco milhões de acidentes e doenças ocupacionais

Leia mais

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: