Os ataques da ISTO É à Gleisi Hoffmann

Compartilhar:

A revista golpista ISTOÉ, popularmente conhecida como “Quantoé”, ou seja, pagou levou, faz campanha aberta  contra Gleisi Hoffmann, a atual presidente do Partido dos Trabalhadores. Gleisi é uma senadora de esquerda muito ativa, responsável por lutar muito firmemente contra o golpe e suas reformas, inclusive ocupando a mesa do Senado contra a reforma trabalhista. Seu destaque na luta contra o golpe dentro do Partido dos Trabalhadores contribuiu para que chegasse à direção nacional do partido.
No último período, após a condenação de Lula por Sérgio Moro, a senadora petista tem apresentado uma postura mais rígida na luta contra o golpe, sendo uma grande defensora de Lula e da esquerda. Como presidente do partido, Gleisi foi à Nicarágua para representar o Partido dos Trabalhadores em encontro do Foro de São Paulo. Lá, se posicionou contra o golpe que a direita e o imperialismo tentam construir na Venezuela. A ação gerou grande ódio na burguesia, que está atacando-a agora com sua venal imprensa.
A revista golpista ISTO É lançou capa atacando a senadora com a verborragia típica dos direitistas: corrupção e autoritarismo. Segundo a principal matéria contra Gleisi, A corrupção da bolivariana do PT, a senadora está envolvida em uma série de desvios milionários apresentados pela Polícia Federal. A matéria faz questão de pontuar o “risco” de prisão da senadora, fazendo até mesmo um infográfico do suposto esquema de corrupção para incriminá-la. Tudo visto por um observador muito desatento, poderia até confundir alguém, mas o caso é que toda a população já percebeu que não existe combate à corrupção. As panelas, que realmente foram multiplicadas pela Globo e demais veículos, agora já não existem nem virtualmente.
A Polícia Federal e o Ministério Público não apresentam provas algumas contra todos os seus perseguidos, mas fazem questão de puni-los pelas coisas mais inacreditáveis.

Rascunho automático 67

Há uma clara perseguição feita a Gleisi Hoffmann, que tenta se travestir de algo sério por meio de ataques sem lógica e prova alguma de todos os petistas.

A perseguição contra Gleisi Hoffmann faz parte da perseguição política contra José Dirceu, Lula e demais lideranças petistas que serve para calar o partido e aprofundar o golpe de estado. Por isso, faça parte da luta contra a perseguição dos golpistas ao PT.

artigo Anterior

Previdência: grandes empresas saquearam mais de R$ 3 trilhões de reais nos últimos 20 anos

Próximo artigo

Com a polícia, não há conciliação

Leia mais

Deixe uma resposta