Lula é atacado por todos os lados

Compartilhar:

As denúncias contra o ex-presidente, atualmente o maior espinho na garganta da burguesia, só se sustentam sob a tortura legal da delação premiada

Campanha Financeira 3

Nesta terça-feira (1º), dois depoimentos prestados no curso da Operação Zelotes inocentaram o ex-presidente Lula (PT) de acusações de tráfico de influência, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Juniti Saito, comandante das Forças Aéreas Brasileiras no período entre 2007 e 2015, e seu sucessor Nivaldo Rossato afirmaram à Polícia Federal que Lula não influenciou a presidenta Dilma Rousseff na compra dos caças suecas em transação ocorrida entre os anos de 2013 e 2014.

Saito disse que Lula respeitava a opinião dos membros da força aérea sem, contudo, esconder sua preferência pelos aviões franceses. Disse ainda que a decisão que definiu a compra do sueco Gripen não teve a influência de Lula, tendo sido definida sob critérios objetivos de qualidade técnica e transferência de tecnologia.

Novo ataque de Moro contra Lula

A ideia é clara: criminalizar todas as condutas do ex-presidente, retroalimentando incertezas com incertezas, baseando denúncias em matérias de TV e jornais e estas, por sua vez, em rumores e fofocas incentivados em reuniões escusas com membros da CIA. Assim, sob o adensamento da sombra imperialista estadunidense, Lula é perseguido até por ter comprado armamento bélico de outros países imperialistas. A questão é que, via de regra, os ataques só funcionam quando o depoente fica preso e resolve, depois de sabe lá que tipo de coação, incriminar o ex-presidente através do antijurídico instituto da delação premiada.

A única vantagem deste processo todo é que, com exceção da eleitoreira esquerda pequeno burguesa, que saúda a Lava Jato e comunga opiniões com a imprensa golpista, ninguém mais tem dúvidas do que se passa no Brasil e na América Latina. Tanto é assim que, apesar do empenho em sepultar Lula politicamente, todas as pesquisas indicam o crescimento de sua popularidade, bem como do próprio Partido dos Trabalhadores e de toda a esquerda que se opôs ao golpe.

Eles não prenderão Lula, se nós não deixarmos

artigo Anterior

Casal de trabalhadores rurais é assassinado pelo latifúndio no Pará

Próximo artigo

Mobilizar contra a privatização da Cemig

Leia mais

Deixe uma resposta