Mulheres e parentes de presos da Papuda protestam em frente ao Buriti (DF)

Compartilhar:

Todo o Brasil tem assistido estupefato a ofensiva da direita que se ampliou desde o golpe de Estado dado no ano passado. Diante desta ofensiva a esquerda pequeno-burguesa tem se notabilizado pela sua política confusa.

Rascunho automático 67

Recentemente elegeram como símbolo de propaganda contra a opressão a figura de Rafael Braga, preso injustamente em 2013. Embora o PCO concorde com a defesa não só de Rafael Braga, mas de todos os que sofrem nas mãos do regime repressivo, essa posição por parte dessa esquerda assume o papel de criar um falso antagonismo entre defender Lula e defender Rafael Braga.

Temos denunciado que se uma figura popular como o Lula for condenado e preso, a situação da maioria da população pobre, que não conta com o apoio e o prestígio de Lula, sofreria muito mais. Uma matéria recente mostra um protesto realizado recentemente em frente à Papuda, em Brasília (DF). Conforme mostrado na matéria do Correio Brasiliense, um grupo de dez mulheres próximas aos detentos realizaram um ato denunciando os maus tratos sofridos pelos presos nessa penitenciária.

A matéria mostra a situação degradante a que são submetidos os presos. Quem tem o mínimo de sensibilidade e empatia sabe que as prisões brasileiras são um depósito de pobres, verdadeiras senzalas que servem para amontoar os negros e outros que são completamente descartados pelo sistema capitalista. Diante deste tipo de ataque se coloca como perspectiva imediata uma forte mobilização contra o golpe e todo esse regime repressor que patina mas segue se aprofundando no Brasil.

artigo Anterior

“94%”, por Cíval

Próximo artigo

Meme do dia

Leia mais

Deixe uma resposta