Polícia Federal: o sucesso não é para todos

Compartilhar:

O filme propaganda do golpe, que se propõe  a contar a história da Lava-Jato, vai estrear no Brasil em pouco menos de dois meses e a produção do filme tenta a todo custo tentar alavancar o filme, que custou mais de R$ 14 milhões.

Campanha Financeira 3

Depois de inúmeras denúncias envolvendo a produção do filme, como o investimento milionário e anônimo que recebeu e do uso e abuso ilegal de imagens em que o ex-presidente Lula é sequestrado pela PF em maio do ano passado para “dar subsídio dramático” às cenas no filme, a mais nova denúncia que cerca a produção é a distribuição de ingressos para os grandes responsáveis pelo golpe, a Polícia Federal e o Ministério Público de Curitiba, quartel general da operação. De lá, os ingressos seriam repassados para agentes de outras cidades.

São cerca de cinco mil ingressos para a agentes da PF e do MP, grandes colaboradores da operação que foi  fundamental para o golpe que derrubou Dilma Rousseff, condenou Lula a nove anos de prisão, desferiu uma série de ataques contra os direitos democráticos por meio do Judiciário e está levando a um saque descomunal dos trabalhadores com a aprovação das reformas do governo Temer.

O boato da distribuição dos ingressos surgiu em Brasília e a produção do filme desmentiu o fato. No mínimo óbvio já que com esse tipo de atitude o filme pode ser comparado ao que foi feito com a produção “Os Dez Mandamentos”, que utilizou do mesmo expediente para garantir público nos cinemas.

O fato é que o filme tem grandes chances de fracassar nos cinemas. Um exemplar recente da onda golpista no cinema, o filme “A História do Plano Real” que fez questão de distorcer os fatos, como o filme da Lava Jato pretende fazer, não foi bem aceito nas salas de cinema. O filme propaganda da turma do Golpe tem ambições maiores, de ser uma trilogia, o que necessitaria que alcançasse sucesso tanto na bilheteria como na vida real. E a prisão de Lula, que está prestes a ser condenado, ajudaria muito a alavancar o filme.

artigo Anterior

Reforma trabalhista cria possibilidade de empregado ser demitido sem seguro-desemprego

Próximo artigo

Teste seus conhecimentos sobre a Revolução Russa em uma cruzadinha

Leia mais

Deixe uma resposta