UNE entra em frente com DEM e coxinhas para aprovar a Reforma Política

Compartilhar:

Em meio a um golpe de Estado, a direita usa de todas as artimanhas para garantir que, caso haja eleições, a esquerda não tenha condições de concorrer e se concorrer, não possa vencer. Para confundir os incautos vem lançando uma campanha pela reforma política que tem um único objetivo: garantir que a direita ganhe as eleições.

Rascunho automático 67

Mais de cem entidades civis se reuniram para apoiar a Coalizão pela Reforma Política, nessa segunda-feira (17), em Brasília. Dentre elas a União Nacional dos Estudantes (UNE). O grupo pretende fazer pressão pela reforma política-eleitoral, em discussão na Câmara dos Deputados. A aliança da UNE com o DEM e o resto da direita não ajudará em nada a mudança da Lei. A UNE deve se retirar imediatamente da frente com o DEM e ser contra qualquer “reforma”, ir nas escolas em conjunto com os professores e barrar o golpe e todas suas medidas nas ruas.

É claro que a reforma que se pretende fazer na política só pode ter um efeito igual ou pior que as outras reformas que estão sendo discutidas, como a trabalhista e a da Previdência; que são os maiores ataques contra a população brasileira.

A reforma política, embora não seja declarado de público, tem o nítido objetivo de impor uma ditadura contra a população. É uma necessidade dos golpistas, pois com os ataques sociais e econômicos que estão acontecendo e que ainda vão acontecer, precisa amordaçar as lideranças e organizações populares, além dos partidos políticos.

No geral, a reforma deve atacar o fundo partidário, reduzir drasticamente a quantidade de partidos políticos, limitando os tempos de televisão e rádio, além de outras limitações. Os partidos que sobrarem devem ser ainda mais alvo de intervenção do Estado. Os parlamentares, como o demonstra a lista de Fachin, estão, já, sob investigação. Mais um pouco mandam fechar o Congresso Nacional, como fez o regime militar nos mais variados países.

A UNE deve abandonar todas as ilusões parlamentares, pois nesse Congresso Nacional golpista está sendo permitida a participação de entidades estudantis apenas para dar um “ar” democrático a Ditadura dos Golpistas.

artigo Anterior

“Escola sem Partido” é escola sem voz

Próximo artigo

“Economia”

Leia mais

Deixe uma resposta