O direito de resistir à opressão, o dever de ocupar Curitiba

Compartilhar:

Desde a Revolução Francesa existe a noção de que um dos direitos fundamentais de toda pessoa é o direito de resistir à opressão. Ao contrário da interpretação de muitos, isso significa que existe o direito de desrespeitar governos e outros representantes do poder estabelecido.

Rascunho automático 67

Essa linha de pensamento pode parecer estranha, com as coisas ditas e feitas em momentos de revolução parecem estranhas, muitas vezes, quando ditas em tempos de reação. Isso não as tornam menos corretas, são ideias como essa que fundaram a filosofia burguesa de direito.

Com o golpe, a mesma burguesia tem acabado com essas garantias. A cada condenado, a Lava Jato fica mais próxima de acabar com o devido processo legal, os tribunais e o governo colocam greves na ilegalidade e cassam direitos todos os dias. O golpe colocou o regime num processo rápido de se tornar uma ditadura. O regime político brasileiro nunca prezou pelo respeito aos direitos democráticos, mas hoje ele se parece bem pouco com um regime democrático, mesmo do ponto de vista burguês.

No centro de todo esse acontecimento está Lula. O ex-presidente é o maior líder popular do País, sua autoridade sobre o movimento de massas e projeção eleitoral o faz uma fonte de instabilidade do regime golpista.

Os golpistas precisam se livrar do PT, da esquerda e principalmente de Lula para conseguir se firmar no poder e realizar os ataques que pretendem, não está sendo possível a convivência.

O ataque a Lula marcaria um recrudescimento da política anti-operária dos golpistas, se podem perseguir o maior líder popular do país, o que será do trabalhador comum?

Relembrando os franceses, é direito da população resistir aos seus opressores, combater a Lava Jato e a ditadura que ela representa, é direito do povo oprimido.  Combater os seus opressores é um direito fundamental.

Do direito de resistir aos opressores, que nesse caso são os golpistas, nasce o dever, que tem que ser reconhecido como tal por todos os trabalhadores, de lutar contra os golpistas, de ocupar Curitiba no dia do depoimento de Lula na Lava Jato e protestar contra sua prisão.

artigo Anterior

Meganha federal

Próximo artigo

Acreditar nas eleições no meio do golpe é uma rota de desastre sem fim

Leia mais

Deixe uma resposta