13/4/1917: A passagem de Lênin de Estocolmo para Petrogrado

Compartilhar:

No começo de abril, 32 russos emigram de Zurich para a fronteira alemã. Uma lista completa de passageiros do trem nunca foi avaliada, é estipulado que alemães não investigaram o trem e quem viajou, sabe-se porém que em meio aos russso havia 19 bolcheviques, incluindo Lenin, Krupskaia, Zinoviev com sua esposa e filho e Radek. Assim como três seguidores de Trotsky.

Rascunho automático 67
Parvus (esquerda) com Leon Trotsky (centro)

Tendo atravessado a fronteira em Gottmadingen (um município da Alemanha, no distrito de Konstanz), foram transferidos para um trem blindado alemão, composto por dois carros, um para os russos, o outro para a escolta de treze alemão. Viajaram através de Stuttgart (a maior cidade do estado de Baden-Württemberg, na Alemanha) e Frankfurt, e chegaram em Berlin no início da tarde no dia 11 de abril. Lá o trem foi mantido na estação durante vinte horas, cercado por guardas alemães. No dia 12 de abril partiram para o porto báltico em Sassnitz (cidade da Alemanha localizada no distrito de Rügen), onde embarcaram em um navio a vapor sueco. Na chegada, foram recebidos pelo prefeito de Estocolmo. Ele então procedeu a capital sueca.

Karl Radek

Parvus (conhecido pelo pseudónimo Aleksandr Molotov) estava entre aqueles que os esperavam em Estocolmo, e pediu para se encontrar com Lenin, mas o cauteloso líder bolchevique recusou e passou-o para Radek (um líder bolchevique e comunista soviético e internacional e um dos mediadores entre Lenin e os alemães, que autorizaram a passagem do líder revolucionário no trem blindado sob a promessa de retirar a Rússia da guerra). Radek passou boa parte do dia 13 com Parvus. O que foi conversado entre eles não é conhecido. Quando se separaram, Parvus partiu para Berlim.

O governo provisório parece ter hesitado sobre a possibilidade de permitir a entrada dos ativistas anti-guerra, mas mudou de idéia na esperança de que Lenin se comprometesse politicamente por ter viajado pelo território inimigo. Os bolcheviques deixaram Estocolmo para a Finlândia no 13 de abril, alcançando o Petrogrado três dias mais tarde.

Lenin chegou a Petrogrado no último dia da conferência bolchevique russa.

artigo Anterior

Abuso de poder do Judiciário se combate com eleições diretas

Próximo artigo

Rússia denuncia farsa imperialista na Síria

Leia mais

Deixe uma resposta