Plenária de mulheres contra o golpe

Compartilhar:

No próximo domingo, dia 19 de fevereiro, os Comitês de luta contra o golpe, o Coletivo Rosa Luxemburgo (do PCO e simpatizantes), junto com vários grupos que realizaram Plenária de grupos virtuais e territoriais de luta contra o golpe, em São Paulo, no último sábado, estarão realizando uma plenária da mulheres no intuito de organizar a mobilização em torno do 8 de março, Dia Internacional de Luta das Mulher Trabalhadora.

O golpe de Estado esta impondo uma série de ataques contra as mulheres e o conjunto do do povo brasileiro, contra tais ataques as mulheres trabalhadoras devem se unir as organizações contra o golpe e tomar as ruas em busca de vencer o retrocesso direitista do país e em defesa de suas reivindicações próprias: direito ao aborto, creches, equiparação salarial com os homens, etc.

Nesse sentido, defender o mandato de Dilma Roussef e saudar a memória de Marisa Letícia – ultrajada pela direita golpista e machista –  nesse 8 de Março é uma questão de autodefesa. Se não conseguimos defender uma presidenta e a ex-primeira dama contra o Golpe de Estado, como conseguiremos defender o restante das mulheres?

Rascunho automático 67

Para impulsionar esta perspectiva de luta, os coletivos de luta contra o golpe convocam as mulheres de São Paulo a se juntarem na Plenária que acontece, a partir das 15 horas do domingo, no Centro Cultural Benjamin Peret, localizado na Rua Serranos, 90, Saúde, na capital paulista.

artigo Anterior

“Isso não é um golpe”

Próximo artigo

Diretora do Ibama pede exoneração após mobilização de servidores

Leia mais

Deixe uma resposta