Crise nas eleições dos EUA: Hillary acusa chefe do FBI de acobertar Trump

Compartilhar:

As eleições norte-americanas revelaram a crise do regime norte-americano. Do lado do Partido Republicano, o aparelho partidário não conseguiu impor nenhuma de suas opções preferenciais para concorrer à presidência. Donald Trump acabou vencendo as primárias republicanas, derrotando a burocracia do partido. O Partido Democrático passou pela mesma crise, mas conseguiu contorná-la e fazer com que Hillary Clinton vencesse Bernie Sanders nas eleições primárias. A crise, no entanto, continua, sob um regime que sofre pela crise econômica desde que a crise capitalista aprofundou-se depois do colapso de 2008.

Na segunda-feira (31), assessores da campanha de Hillary Clinton acusaram o chefe do FBI, James Comey, de proteger o candidato Donald Trump. O motivo dessa acusação é defensivo: Comey anunciou que investigará novos emails de Hillary Clinton que podem estar relacionados ao período em que ela foi Secretária de Estado. Na época, Hillary utilizou um servidor pessoal para tratar de assuntos oficiais, o que provocou denúncias dos republicanos de que ela teria colocado a segurança nacional em risco.

Na reta final para a votação, que será realizada no dia 8 (terça-feira), as pesquisas apontam um cenário indefinido. Durante praticamente toda a campanha a imprensa, unida contra Trump, apresentava Hillary muito à frente. As últimas pesquisas apontam uma vantagem pequena para Hillary, que ainda elegeria muito mais delegados. No entanto, nenhum dos candidatos reuniriam o número de delegados necessários para se eleger, o que levaria as eleições a um processo de escolha indireto.

Campanha Financeira 3

Hilary Clinton é a candidata preferida pelo mercado financeiro, e tem tido apoio também de muitos republicanos, especialmente ligados à área de política externa, mais precisamente, à política imperialista e belicista dos EUA para impor seu controle nos países atrasados. Um dos apoiadores republicanos de Hillary é Collin Powell, ex-Secretário de Defesa de George W. Bush que declarou voto na democrata.

artigo Anterior

PCB, Psol e Globo, tudo a ver

Próximo artigo

Preparação para o fim do passe-livre

Leia mais

Deixe uma resposta