Manifestantes contra o golpe voltaram às ruas na terça

Compartilhar:

Depois da brutal repressão na Avenida Paulista em São Paulo contra o movimento contra o golpe na última segunda-feira (29), novas manifestações ocorreram em São Paulo nessa terça-feira.

Rascunho automático 67

A convocação foi feita durante todo o dia pelas redes sociais. Na Avenida Paulista, os manifestantes se concentraram no vão livre do Masp e seguiram para a praça Roosevelt, passando pela Augusta.

A Tropa de choque e a Polícia Militar cercaram a manifestação de perto.

Novamente, milhares de pessoas estavam presentes. Há clima de combatividade contra o golpe de Estado. A população está entendendo que o que vem pela frente é uma duríssima ditadura para a direita conseguir aplicar seu programa anti-povo.

Tudo isso porque a direita está promovendo a derrubada do governo eleito por meio de um golpe de Estado.

Uma das palavras de ordem presentes nesse ato é “não acabou, tem que acabar, eu quero o fim da polícia militar” e “golpistas, fascistas não passarão”.

Em Brasília e Belo Horizonte também ocorreram atos. Os atos precisam continuar e se ampliar até a derrubada dos golpistas.

artigo Anterior

Se depender dos senadores, o golpe será consumado

Próximo artigo

Falou “fora, Temer” e foi exonerada

Leia mais

Deixe uma resposta