Pelo controle dos fundos pelos trabalhadores

Compartilhar:

Está tramitando no Congresso Nacional projeto de lei que visa reduzir a participação dos trabalhadores no fundo de pensão das empresas estatais. O objetivo destas leis é diminuir ainda mais o controle dos trabalhadores sobre o fundo de pensão, colocando-os nas mãos de especuladores financeiros, que lucrariam com o dinheiro da aposentadoria dos trabalhadores.

Campanha Financeira 3

O PLP 268 de 2016 é de autoria de Valdir Raupp (PMDB) e Paulo Bauer (PSDB) e acabará com a eleição de diretores para os fundos e ainda reduzirá para um terço a participação nos conselhos deliberativo e fiscal, que hoje é de 50%.

Isto tudo está sendo feito com base em uma ampla campanha da imprensa burguesa contra um suposto aparelhamento dos fundos de pensão por partidos de esquerda, acusando-os de serem responsáveis pelo rombo que há neles. O rombo nos fundos são, na verdade, consequência da política da própria direita, tradicionais dos patrões, de investir o dinheiro no sistema financeiro. Em suma, os patrões roubam dos trabalhadores o dinheiro dos fundos para arrisca-lo no mercado financeiro.

Os fundos de pensão são uma criação dos trabalhadores que aos poucos foi expropriada pelos patrões, A direita nacional, aproveitando a campanha cínica contra a corrupção, está aproveitando para tomar totalmente os fundos de pensão dos trabalhadores.

Diante disso, a única solução real para a crise dos fundos de pensão é colocá-los realmente sob o controle dos trabalhadores. O dinheiro é dos trabalhadores e servirá para o pagamento das aposentadorias dos trabalhadores, logo quem deve controlá-los são as categorias.

artigo Anterior

Em defesa do direito de greve na USP

Próximo artigo

A censura à imprensa volta ao Brasil

Leia mais

Deixe uma resposta