Lutar contra a prisão de Lula é garantir que não haja uma perseguição em massa a toda a esquerda

Compartilhar:

A cegueira real ou intencional da esquerda pequeno burguesa diante do golpe, da prisão de lideranças petistas e agora da iminente prisão de Lula pode custar muito caro a toda a esquerda brasileira, da mais conciliadora, o próprio PT, até mesmo à esquerda golpista PSOL e PSTU.

A prisão de Lula que deve acontecer na véspera do feriado de Páscoa vai proporcionar um agravamento à perseguição política no Brasil.

Sob a cobertura de combate à corrupção os golpistas reunidos nas instituições como Polícia Federal, Congresso Nacional, Senado, Supremo Tribunal Federal e demais instâncias jurídicas e com o enorme e necessário apoio do cartel da imprensa burguesa, comandada pela Rede Globo estão acabando com o Brasil.

Primeiro era a suposta corrupção do governo Dilma, veio o impeachment e o governo Temer iniciou uma onda de ataques aos cofres públicos como nunca se viu na história recente do País. Os cortes foram muitos, verbas congeladas por 20 anos, compra de emendas parlamentares, fim da CLT, fim de projetos sociais como “Ciências sem Fronteiras” e o corte em outros projetos como “Minha Casa, Minha Vida”, “Bolsa Família” e outros. Ainda tem as privatizações, entrega da Embraer, as tentativas de privatização da Eletrobrás, dos Correios e bancos estatais. E um dos principais patrimônios brasileiros, o Pré-sal. Tudo isso somado é muito superior a qualquer suposto caso de corrupção que os golpistas tenham levantado.

O golpe no Brasil tem um objetivo, que não é nem em sonho o combate à corrupção, basta ver que a maioria dos que votaram pelo impeachment de Dilma estão envolvidos em denúncias de corrupção. locar os militares em prontidão. A armação da imprensa golpista aliada às ações da Polícia Federal e do Judiciário não foram suficientes para impor o golpe de maneira plena. Então os militares estão se posicionando do Rio de Janeiro e já tomando posse em cargos governamentais. É tão escandalosa a intervenção militar com a fajuta justificativa de combate “ao crime organizado” do Rio de Janeiro que nem mesmo os próprios militares conseguem sustentar. O General Sérgio Etchegoyen ao invés de falar de combate ao crime está dando declarações de que a Reforma da Previdência é necessária (!!!). Ou seja, os militares estão prontos a tomar o poder e bastante orientados a dar continuidade à política golpista.

Para a esquerda “cega” Lula também é corrupto e precisa ser tratado como tal. Lula não é uma ameaça ao imperialismo, mas uma ameaça ao povo brasileiro. E o mais importante para eles, a saída de Lula do cenário eleitoral vai deixar um suposto espaço vazio que esta esquerda acha que vai preencher.

É uma política que vai levar à liquidação de toda a esquerda. É óbvio que a burguesia nacional e o imperialismo não iriam dar um golpe em Dilma e permitir dois anos depois que o PT voltasse ao governo com Lula. O golpe para progredir e se estabelecer plenamente precisa aniquilar primeiramente o PT e em uma segunda etapa o que sobrar de esquerda golpista ou revolucionária e qualquer movimento minimamente democrático. Não é uma operação simples e por isso os militares estão em estado de alerta caso seja necessário.

O imperialismo, muito ao contrário do que pensa a esquerda pequeno burguesa, sabe muito bem que a moderação de Lula é relativa em se tratando de política. O fato do Lula ter beneficiado banqueiros e capitalistas nacionais e internacionais quando foi presidente não invalida o fato de que existe uma enorme massa popular em torno dele e do PT que pode a qualquer momento radicalizar e obrigar Lula e o PT a tomarem uma posição mais à esquerda e até mesmo radical do ponto de vista da ação.

É sob este panorama que o imperialismo não quer Lula como presidente e o PT como o principal partido do Brasil.

A prisão de Lula vai abrir precedentes para uma perseguição em massa de dirigentes partidários, lideranças sindicais, estudantis e militantes de esquerda em geral.

A defesa de Lula não é a defesa pura e simples do ex-presidente e do PT, mas é a defesa do direito de todos de lutar. Se Lula for preso, este direito que já é bastante atacado será praticamente aniquilado.

artigo Anterior

As eleições italianas e a evolução política da extrema-direita

Próximo artigo

Colunistas da COTV: “Marcaram a prisão de Lula, é hora de atacar!”, por Antônio Carlos

Leia mais

Deixe uma resposta