Rocinha manda avisar: não à prisão de Lula

Compartilhar:
Rocinha manda avisar: não à prisão de Lula

Na Rocinha (RJ), na entrada da comunidade, uma grande faixa com os dizeres: “STF se prender o Lula o morro vai descer” foi estendida, demonstrando o apoio da comunidade a candidatura de Lula. A demonstração de apoio ao Ex-presidente foram também inúmeras durante o carnaval.

Diferentemente do que veicula a imprensa capitalista, de que Lula e o PT estariam liquidados, o apoio a candidatura do ex-presidente cresce exponencialmente, mesmo nas pesquisas controladas pela própria burguesia não há como negar. Em meio ao carnaval maior festa popular do mundo, o apoio ao Ex-presidente, que expressa o rechaço ao golpe
de Estado por toda a população, foi constante, podendo mesmo dizer que o que mais marcou este carnaval foram as manifestações políticas contra o golpe. A escola de samba do Rio de Janeiro Paraíso do Tuiuti teve como tema de seu desfile a critica  do golpe de Estado, num desfile extraordinário.

A luta política no Brasil se intensifica a cada momento. A luta de classes no país, neste momento, desenvolve-se em torno da figura do Ex-presidente Lula. De um lado a toda a burguesia golpista nacional e o imperialismo exigem sua prisão, de outro, a esmagadora maioria do povo trabalhador, que enxerga a candidatura de Lula como um meio para combater e derrotar o golpe de Estado e todas as sua medidas, ou seja Lula expressa, parcialmente, os interesses mais imediatos da classe operária e do conjunto dos trabalhadores pobres diante do ataque da burguesia golpista. A tensão entre as classes sociais empurra as classe sociais fundamentais para uma embate cada vez mais aberto e elimina, a cada momento, as possibilidades de conciliação como saída para a crise.

A candidatura do ex-presidente assume um caráter eminentemente contra o golpe de Estado. Sendo assim a classe operária vê na candidatura um instrumento dos trabalhadores para derrotar o golpe e suas  medidas.

artigo Anterior

Fux, os ministros do STF e a farra das passagens aéreas

Próximo artigo

Fachin nega habeas corpus a Lula: agora é na rua

Leia mais

Deixe uma resposta