Exército israelense mata adolescentes na Palestina

Compartilhar:
Exército israelense mata adolescentes na Palestina

Os mais horríveis ataques são proferidos contra a Palestina, e a cada dia esses ataques tomam proporções ainda maiores, tudo isso chancelado pelo imperialismo norte-americano travestido no oriente médio e no exército israelense, a repressão contra o povo palestino tem sido uma perseguição incessante, o principal expoente disto no último período está na onda de protestos contra a decisão dos Estados Unidos ao reconhecer Jerusalém como capital israelense.

E o recente fato ocorrido, mais precisamente na última quinta-feira (11) se deu pela morte de dois adolescentes palestinos, os jovens foram mortos por disparos do exército fascista de Israel. Um dos jovens fora morto na fronteira com a Faixa de Gaza e outro na Cisjordânia ocupada.

Mas o principal caso que denota o embargo imperialista está na morte de um jovem palestino de apenas de 16 anos que foi morto por uma bala no peito enquanto participava do protesto contra o reconhecimento de Jerusalém como a capital israelense como citado acima, isso aconteceu junto a vala fronteiriça do campo de Al Barej, no enclave de Gaza. Além das mortes dos jovens, alguns outros palestinos que também protestavam ficaram feridos durante a manifestação.

O exército israelense intensifica seus ataques contra os palestinos e justificam suas ações com afirmações que dizem que o povo palestino está colocando suas forças em perigo. Um povo que está sendo reprimido violentamente somente pode responder de forma violenta também. Desde a decisão tomada pelo presidente norte-americano Donald Trump a revolta popular explodiu entre o povo palestino, e em consequência disso o exército israelense respondeu com força e já foram cerca de 16 palestinos mortos em confronto.

artigo Anterior

Protesto: mulheres de detentos param rodovia em Maceió

Próximo artigo

Julgamento fura-fila: condenação de Lula é prioridade do TRF4

Leia mais

Deixe uma resposta