Frigorífico Barontini volta a atrasar o valor da cesta básica dos trabalhadores

Compartilhar:

O ano de 2017 foi marcado por uma série de irregularidades quanto aos salários e à cesta básica dos trabalhadores.

No final de 2017, os trabalhadores ficaram sem receber a segunda parte do décimo terceiro salário, o que deveria ter sido pago até o dia vinte de dezembro, foi pago somente agora, junto com os salários de janeiro.

No ano passado, os patrões atrasaram os valores da cesta básica dos trabalhadores por vários meses, no primeiro semestre o Barontini deixou de pagar por dois meses seguidos, quase completou três meses.

Neste ano, os patrões já começaram com a mesma política de deixar os trabalhadores sem poder comprar alimentos para sua família, apesar de, em todo esse período os trabalhadores terem produzido e muito.

Os trabalhadores denunciaram ao Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Carne, Derivados e do Frio no Estado de São Paulo, mais uma vez o calote dos patrões.

Na próxima segunda-feira feira (15) o Sindicato dos Frios estará na porta da fábrica para conversar com os trabalhadores, marcar uma reunião e exigir dos patrões a regularização da entrega do valor da cesta básica, caso contrário, paralisar as atividades ate a efetivação de seu pagamento.

artigo Anterior

Coronel do exército defende torturadores e a volta de órgão de espionagem da ditadura militar

Próximo artigo

Capitalistas da Estácio de Sá colocam no olho da rua 200 professores

Leia mais

Deixe uma resposta